17 lugares memoráveis para viajar no Brasil

O Brasil é um país gigante. Com uma população de aproximadamente 206 milhões de habitantes (de acordo com dados do IBGE), um território vasto e de clima bastante variado, repleto de relevos irregulares, massas de ar que se deslocam de forma não uniforme, entre outras características bastante peculiares, o que não faltam são lugares para viajar no Brasil.

Em geral, o clima do Brasil é tropical, já que em quase a sua totalidade o país está situado na chamada “Zona Intertropical”, cuja principal característica é a predominância de um clima quente (com temperaturas médias em torno de 21°C) e úmido durante quase todo o ano, além de não possuir estações bem definidas, com cada região apresentando as suas variações climáticas.

É um país reconhecidamente alegre, afeito às comemorações, miscigenado, mas com gravíssimos problemas de ordem econômica e social, pois, segundo Sergio Buarque de Holanda, não foi planejado: o Brasil “fez-se”; pois a nossa colonização (de origem portuguesa) não se deu pelo trabalho, mas pela aventura da exploração das riquezas e belezas naturais. Algumas delas reconhecidas internacionalmente, como veremos logo abaixo.

Trabalho, futebol e carnaval: A tríade que ainda define o povo brasileiro.
  • 17 lugares inesquecíveis para viajar no Brasil

  • 1. Pão de Açúcar

De Albert Einstein a John Kennedy, passando por Jane Fonda, Roger Moore, Halle Berry, Paul Walker, entre outros, é incontável o número de celebridades que já visitaram este que é considerado um dos dois maiores cartões-postais do Rio de Janeiro, juntamente com o Cristo Redentor.

Está localizado a 395 metros acima do nível do mar (no bairro da Urca) e já contabiliza cerca de 38 milhões de visitas desde a construção do seu teleférico, em 1912, ligando os Morros do Pão de Açúcar, da Urca e da Babilônia.

Com quase 40 milhões de visitas até o momento, o Pão de Açúcar é um dos mais belos cartões-postais do Brasil.
  • 2. Jardim Botânico de Curitiba

Construído nos moldes dos exuberantes “jardins franceses renascentistas” do século XVII, o Jardim Botânico de Curitiba é considerado um verdadeiro “Oásis” no centro da cidade, cercado por uma natureza encantadora, lagos, parques, pequenos museus, espaço para atividades artísticas, além da sua famosa estufa onde são cuidadosamente cultivadas as espécies mais exóticas da Mata Atlântica.

Já o Museu Botânico é referência nacional quando o assunto é a pesquisa da flora brasileira, atraindo o interesse de cientistas dos quatro cantos do mundo, e, obviamente, dos turistas brasileiros empolgados com o espetáculo das orquídeas silvestres, das cerejeiras em flor, entre outras belezas naturais.

O charme dos jardins franceses bem no centro de Curitiba.

       3. Baía do Sancho

Os pernambucanos já têm mais um motivo para comemorar, pois a Baía do Sancho, localizada no arquipélago de Fernando de Noronha (PE), recebeu mais uma vez o Prêmio Traveller’s Choice Awards, como a praia mais bela do mundo, segundo milhares de avaliações do site TripAdvisor.

O mar de águas mornas e translúcidas, as trilhas cercadas por uma natureza incomparável, o pôr do sol (considerado único no mundo), uma queda d’água que se forma no período das chuvas, além do mirante com vista para o Morro Dois Irmãos fazem dessa baía um dos lugares preferidos para uma viagem no Brasil.

Pela terceira vez a Baía do Sancho é eleita a mais bela do mundo pelo site TripAdvisor.
  • 4. Península de Maraú

A Península de Maraú, atualmente uma “Unidade de Conservação de Uso Sustentável da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica no Brasil”, está localizada na região Sul da Bahia, “separando” a baía de Camamu do Oceano Atlântico.

É lá que se encontra a Vila de Barra Grande, a “Indonésia Americana”, cercada por extensos coqueirais, um areal branquíssimo, ricos manguezais, lagos, piscinas naturais (com os maiores recifes de corais do país), uma estrutura como poucas; sem contar o exuberante trecho de Mata Atlântica cuidadosamente preservado.

A Península de Maraú, conhecida como a Indonésia Americana, é um dos locais mais procurados por quem pretende viajar pelo Brasil.
  • 5. Cataratas do Iguaçu

As Cataratas do Iguaçu, localizadas na cidade de Foz do Iguaçu (Oeste do Paraná), fazem uma espécie de “tríplice fronteira” com o Paraguai e a Argentina, e foi eleita uma das “7 Maravilhas da Natureza” pela Fundação New 7 Wonders, que não ficou alheia às suas 275 quedas d’água, mais de 80 metros de altura (em alguns trechos), além da imponência da vegetação que as cerca.

Para completar, o Macuco Safari (um passeio de barco nos arredores das Cataratas), o Parque das Aves (com mais de duzentas espécies de animais, inclusive em vias de extinção), entre outras, são consideradas paradas obrigatórias.

Turistas apreciam um outro ângulo das Cataratas do Iguaçu.
  • 6. Dunas de Genipabu

A sensação é a de estar num deserto do oriente, é o que afirmam a maioria dos visitantes dessa região localizada no município de Extremoz, Rio Grande do Norte (a 22 km de Natal).

Considerada por muitos a principal responsável por projetar o estado internacionalmente, e um dos melhores lugares para viajar no Brasil, Genipabu faz a festa dos turistas de todo o mundo, que se perdem em meio à vastidão das suas dunas, onde os passeios de buggy, caiaques e jet-ski pela Lagoa de Genipabu, o “esquibunda”, o “aerobunda”, além do insólito passeio de dromedário em meio ao areal,

completam este fascinante circuito

“A sensação é a de estar num deserto do oriente”. É o que afirmam os visitantes de Genipabu.

. 7. Pelourinho

Uma estrutura de cantaria (pedra talhada), composta por duas argolas de bronze, foi estrategicamente plantada no centro de uma praça movimentada, onde, ali, os escravos deveriam ser torturados de acordo com os supostos delitos praticados. Essa estrutura tinha o nome de “Pelourinho”.

Porém tal é a força desse Centro Histórico (hoje, “Patrimônio Histórico Mundial” pela UNESCO), que fez com que esse passado vergonhoso fosse esquecido, dando lugar a uma das regiões mais ricas culturalmente de todo o país, repleta de casarões de estilo barroco, calçadas com pedras portuguesas, museus e teatros. São muitas as atividades que fazem do Pelourinho o maior representante cultural de Salvador.

De um lugar de tortura, o Pelourinho transformou-se num Patrimônio Histórico Mundial pela UNESCO.
  • 8. Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Sempre vale a pena conhecer, durante uma viagem pelo Brasil, esse lugar que é considerado um dos mais importantes espaços para espetáculos da América do Sul, e, para muitos, o mais importante do Brasil.

Só para se ter uma ideia, por lá passaram nomes como: Nijinsky, Arthur Rubinstein, Mascagni, Caruso, Villa Lobos, entre outros astros e estrelas das artes, que transformaram o local num território sagrado da música sinfônica, do ballet, da ópera e de toda a arte teatral que exigisse um espaço à altura, como o Corpo de Ballet do Rio de Janeiro, a sua Orquestra Sinfônica, além de um coro de vozes considerado um dos melhores do país.

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro é referência entre as casas de espetáculo brasileiras.
  • 9. Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é o mais belo e importante arquipélago do país, um dos mais visitados e pesquisados do mundo, um verdadeiro “Paraíso Terrestre” e Patrimônio Mundial da UNESCO. É um dos cartões de visita dessa região localizada a 344 km da costa pernambucana.

Baía dos Porcos, Praia do Meio, o centro histórico da Vila dos Remédios e o famoso trajeto de barco feito em meio aos golfinhos (que até parecem conscientes de que fazem parte de um verdadeiro espetáculo), entre outras atrações, completam um cenário digno de uma obra de arte.

O mais importante arquipélago do país, Fernando de Noronha, é hoje um dos preferidos para o ecoturismo.
  • 10. Catedral Metropolitana de Brasília

Chamar a Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida simplesmente de Catedral de Brasília pode soar como um sacrilégio, mas é como ficou carinhosamente conhecida essa obra do “Monumento da Arquitetura” Oscar Niemeyer (1907-1912).

Construída entre o final dos anos 1950 e o início dos anos 1970, ajuda a compor o chamado “Eixo Monumental de Brasília” (Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO), onde estão, também, a Biblioteca e o Museu Nacional, o Palácio do Itamaraty, o Congresso Nacional, a Praça dos Três Poderes, entre outros representantes do Estado brasileiro.

Visão noturna da Catedral de Brasília, um dos lugares preferidos durante uma viagem pelo Brasil.
  • 11. Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

Localizado numa região situada a 250 km de São Luís, capital do Maranhão, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é hoje um dos principais pontos turísticos do Brasil.

Trata-se de 157 mil hectares de dunas intercaladas por belíssimas lagoas e manguezais que se formam no período das chuvas (nos primeiros 6 meses do ano) e compõem um dos mais belos cenários do país.

Apesar de ser designado como um Parque Nacional desde o início dos anos 1980, de acordo com a tradição, esse processo geológico vem se formando ao longo de milhões de anos, resultando, talvez, no principal cartão-postal do Maranhão.

Um processo geológico de milhões de anos criou os Lençóis Maranhenses, um dos mais belos cenários do mundo.
  • 12. Praia da Joaquina

A Praia da Joaquina é considerada o “point da juventude”, devido ao agito que ocorre, principalmente no verão, quando Florianópolis é invadida por turistas de todas as partes do Brasil e do mundo.

Seu mar agitado, de ondas gigantes, a famosa rebentação e os ventos impetuosos fizeram dessa praia um verdadeiro paraíso para os surfistas. Aliás, a Praia da Joaquina é sede de inúmeros eventos internacionais desse esporte.

Também são famosas as suas trilhas e dunas (onde o sucesso fica por conta do esqui na areia), além do nascer do sol —para a maioria dos visitantes, o mais belo de toda a região.

  • 13. Lago Negro

Na região central de Gramado, município localizado na Serra Gaúcha, localiza-se uma das principais referências de turismo no Sul do país.

É considerada o “lar dos românticos”, graças ao seu clima extremamente aprazível e bucólico. O local é cercado por uma natureza encantadora, ar puro e clima agradável, que fazem do seu famoso passeio de pedalinho no lago um momento de verdadeira contemplação.

É uma das atrações preferidas pelas famílias, muito em função da segurança, sensação de paz e, obviamente, da beleza da vegetação, onde as bromélias, hortênsias e gerânios são um show à parte.

Os pedalinhos em forma de cisne roubam a cena no Lago Negro.
  • 14. Ouro Preto

Outro Patrimônio Mundial da UNESCO, uma das primeiras escolhas quando se pensa em viajar pelo Brasil, é Ouro Preto, um município do estado de Minas Gerais, dono de uma das histórias mais singulares do país.

Reza a lenda que a cidade ganhou esse nome devido aos achados dos bandeirantes paulistas, que no fim do século XVII, com o intuito de encontrar a lendária Serra de Sabarabuçu, terminaram por encontrar o famoso “Ouro Negro” (fruto de uma espécie de oxidação). Essa descoberta foi a responsável pela “corrida do ouro” no século XVIII.

Turistas percorrem as ruas estreitas de Ouro Preto.
  • 15. Pantanal

No Brasil, são 150 mil km2 de áreas alagadas, mas se contarmos os trechos pertencentes à Bolívia e ao Paraguai, temos a maior região permanentemente alagada do mundo.

Toda essa pujança é fruto do vigor do Rio Paraguai, que, juntamente com seus afluentes, formam, principalmente entre novembro e abril, um ecossistema tão complexo que é considerado impossível de ser definido por palavras. Contudo, é entre julho e março que se pode contemplar a exuberância da flora e da fauna do Pantanal Mato-Grossense.

De tão rico, o ecossistema do Pantanal chega a ser uma região envolta em lendas e mistérios.
  • 16. Prainha do Pontal do Atalaia

O Arraial do Cabo – localidade situada a 12 km de Cabo Frio, no Estado do Rio de Janeiro –é famoso por abrigar algumas das praias mais belas do litoral fluminense, como a Praia Grande, a Praia dos Anjos, a Praia do Forno, a Praia do Farol. Além disso, está situado a menos de 40 km de Búzios.

Quando o assunto são praias semisselvagens e de águas cristalinas, a Prainha do Pontal do Atalaia reina soberana, graças à transparência das suas águas, os seus tons entre o verde e o azul, a brancura da areia e a distância do agito da cidade.

Entre Búzios e o Arraial do Cabo, a Praia do Pontal do Atalaia surge imponente.
  • 17. Chapada Diamantina

Finalmente, a Chapada Diamantina é considerada o maior roteiro para ecoturismo do Brasil, muito em função das suas inúmeras grutas (como o Poço Azul, a Pratinha e a Lapa Doce), cachoeiras (como a da Fumaça e do Buracão), trilhas, sítios arqueológicos, cânions, áreas de preservação ambiental, entre vários outros pontos esculpidos durante bilhões de anos de um minucioso processo geológico.

Está localizada na região central do estado da Bahia, a 418 km da cidade de Salvado, e atualmente é uma Área Protegida pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, em inglês).

O Poço Azul: Uma das grutas mais famosas da Chapada Diamantina.
  • Qual é a melhor época do ano para viajar pelo Brasil?

Como dissemos no início desta matéria, o Brasil pode ser classificado entre aqueles países que não possuem estações bem definidas, podendo chover muito no verão em algumas regiões ou sequer sonhar com uma gota de água na maior parte do inverno em outras.

O período entre os meses de abril e novembro (com exceção de julho, que é o período de férias escolares) é considerado “baixa temporada” no Brasil, e é quando os pacotes de viagens (e toda a cadeia que envolve o turismo) ficam mais acessíveis. As agências chegam a oferecer de 40 a 50% de desconto entre junho e agosto (período das chuvas mais intensas).

Já na alta temporada, entre dezembro e março (e no mês de julho), as coisas invertem, já que o clima é quente na maioria das regiões. Além disso, é o período de férias escolares.

Fernando de Noronha, Foz do Iguaçu, os Lençóis Maranhenses, Maragogi (Alagoas), a Serra Gaúcha, Gramado, entre outras, são excelentes regiões para viajar no Brasil durante a baixa temporada, já que a maioria possui lagos, lagoas e parques.

Já para a alta temporada, é preciso preparar o bolso. A dica é, sem dúvida, procurar as praias paradisíacas do Nordeste e de Florianópolis, a cidade do Rio de Janeiro, o mistério das trilhas e grutas da Chapada Diamantina, além da exuberância do Pantanal, entre outras regiões onde todos os seus esplendores são descortinados pelos dias ensolarados.

Bom, agora que você já conhece alguns dos lugares mais incríveis para viajar no Brasil, é só começar a fazer as malas! Mas antes disso deixe o seu comentário sobre este artigo e continue acompanhando as nossas postagens.

Classifique esse post