9 Maneiras de economizar o máximo de dinheiro possível (e viajar mais)

Este guia reúne os principais pilares da economia de um viajante de baixo orçamento. Se você seguir estas regras facilitarás enormemente sua capacidade de poupança, você pode viajar com pouco dinheiro e farás as suas viagens mais sustentáveis. Uma viagem implica desfrutar, aprender, visitar e conhecer; mas, em alguns casos, você precisa de dinheiro para conseguir isso, em determinados destinos (em outros não) Estas dicas ajudarão você a poder poupar ao extremo e ficar viajando o maior tempo possível.


Regra #1 Tudo o que você precisa é gastar de forma inteligente.


Que suas despesas sirvam para se aproximar de seus objetivos ou para o seu destino. Investe dinheiro em coisas que te mantenham viajando em vez de coisas que são desvalorizados ou se gastam. Diferença essencial do acessório, aprenda a reciclar coisas que te podem ser úteis, resolver seus problemas financeiros, de forma criativa, em vez de pedir aos outros que o resolvam por si. Eu é que suas despesas sejam produtivos!


Regra #2 Faça com que o pouco dinheiro que você tem se serve para produzir mais, ou que você suporte até que consiga o que você precisa.


Para começar, é preciso contar com um pequeno capital. Começar do zero é muito difícil, embora não impossível. Economizar é bom, mas melhor ainda é investir. Se você conseguir economizar um pouco de dinheiro, então você pode alcançar seus objetivos utilizando-o com inteligência. Uma vez que o tenha essa base tire a idéia de que a única forma de fazer dinheiro é conseguindo um emprego.


Regra #3 Identifica bem os objetivos de sua viagem:


Viajar não significa necessariamente que você tenha que ver todo o mundo, ir para os países mais caros ou vê-lo forçado a pagar para aceder aos lugares mais turísticos. O importante é que persiga a sua paixão. Contanto que você faça o que você ama pode encontrar no caminho o amor de sua vida. O importante é que você se sinta bem se locomover e llenándote de experiências. Por isso, identifica o que você quer experimentar em suas viagens antes de fazer gastos desnecessários. Só desta forma, poderá passar a planejar estrategicamente suas despesas durante o deslocamento.


Regra #4 Evite a todo custo os créditos e empréstimos.


Não desperdice NUNCA dinheiro que você não tem ou não pode pagar depois. As dívidas são também justificativas para mantê-lo preso e sem movimento no mesmo lugar até que as paga.
Use um cartão de crédito, apenas para questões de reputação, juntar pontos e prêmios, obter vantagens dos bancos. O Viólate o sistema financeiro! Não dê a ele a oportunidade de obter alguma vantagem sobre ti.


Regra #5 Deixa os caprichos


Abandone tudo o que for desnecessário. Beba água em vez de refrigerantes ou cervejas. Deixe de fumar, sua saúde vai agradecer. Alimentate saudável em vez de comprar pequenas guloseimas. Usa um telefone pré-pago em vez de longos planos que o mantêm preso. É cancelar todos os contratos desnecessários que não servem a seu propósito de viajar.


Regra #6 Reduz suas necessidades


É mais fácil alcançar a plenitude e a felicidade descendo a barra de ferramentas e desejando comprar menos coisas, em vez de sofrer com a ansiedade e a falta de tudo aquilo que você não pode comprar (Leia aqui o artigo relacionado de Nelson Mochileiro) Poupar para comprar algo deve ser o ideal, em especial coisas que te ajudem a mentenerte no caminho de suas viagens. Evita comprar coisas que te façam a necessidade de mais e mais espaço. No fundo, não precisa de tantos pares de sapatos, ou t-shirts. Talvez algumas poucas de boa qualidade sejam suficientes. Você não precisa tecnologia que cair na obsolescência com rapidez. Evite adquirir objetos que se deprecian com velocidade (trocar de celular a cada tempo, por exemplo).


Regra #6 Pára de colecionar e vender as coisas que já não usa mais


Todos temos um que outro tesouros ou objetos que valorizamos em algum lado do closet. Objetos que não usamos há muito tempo, mas estão lá fazendo volume. É hora de começar a pensar de que absolutamente nada do que você está indo para ir contigo deste mundo, e que isso pode acontecer em qualquer momento. Vive o agora, coloque todos os seus recursos no momento presente e deixa fluir o material.
Obtenha pessoas na internet para que possa servi-lo muito mais dessas coisas que guardas e já não usa mais. Junta algum dinheiro com isso e dar um prazer HOJE.
Pense por exemplo em pessoas mais velhas que tem uma casa, mas lamenta não poder viajar pelo mundo, ter dívidas, ter que pagar os custos de manutenção, mês a mês. Não seria melhor vender a casa e passar de miserável devedor a pessoa com mais dinheiro do que você precisa?
Desapégate e obtenha grandes benefícios. Aprenda a se tornar um milionário sem dinheiro.


Regra #7 Investe em seus talentos e converte-os em serviços.


Um grande número de viajantes, aprenderam a usar as suas paixões e talentos para viajar por todo o mundo. Por que não se decide a ser um deles? Músicos, designers, escritores, desportistas, artistas, blogueiros, fotógrafos são um claro exemplo. Cada coisa que você sabe fazer pode ajudá-lo muito para uma empresa ou negócio ao redor do mundo. E melhor ainda se está relacionada ao turismo.


Por exemplo, há pouco tempo, publicamos o segredo de Como ganhar dinheiro escrevendo artigos. É um curso on-line 100% comprovado cujo investimento prepara o aluno para desenvolver produtos e atrair clientes para trabalhar como freelancer.


Outro exemplo disso é Como ganhar dinheiro fazendo traduções. Um curso online que faz com que você possa transformar seus conhecimentos de inglês em um negócio portátil, online e rentável. Destaque por estar cheio de dicas para conseguir novos clientes e montar um negócio com isso.


Aprender coisas custa, como um instituto ou a uma universidade. Mas é óbvio que ninguém aprende esse tipo de coisas com a intenção de jogar dinheiro no lixo, mas de transformá-lo em algo que esteja na direção de suas metas. Quer seja a sua paixão, sejam manuais ou a arquitetura, melhora o talento que tem e transforma suas habilidades em negócios portáteis que te ajudem a seguir viajando.


Regra #8 A informação vale mais do que dinheiro


A maioria não acredita possível, mas isso é tão 100% verdade real como o ar que respirar: Em algum lugar do mundo há uma casa desabitada em um lugar celestial espera que a eterna habitação. Em algum lugar alguém lhe sobram luxo que esta disposto a dar-te só por fazer algo simples que você pode fazer melhor do que ninguém. Em algum lugar estão as pessoas que podem ajudá-lo a atingir seus objetivos ou compartilhar seus sonhos. Existe uma forma de conseguir comida e alimentação gratuita. Existe uma fundação que busca voluntários como tu para fazer o que mais você gosta de Onde? Como? Quando? … a resposta para tudo isso que esta no final da pesquisa. Transforme a Internet em seu aliado para esse propósito, pesquise nos fóruns mochileros.org, pergunta a outros viajantes, leia, informe-se. Aprender a encontrar informação é essencial nos dias de hoje, assim que voltar a ler as instruções de como usar um motor de busca. E não se esqueça de seguir a página do Facebook onde publicar constantemente travel hacks.


Regra #9 Trocar é melhor do que comprar


Nunca se esqueça de que o dinheiro é de uns e zeros em contas bancárias, papéis impressos com valor imaginário, ações, títulos, moedas que não valem nem o seu peso em metal. O que você quer, no fundo, não é dinheiro, mas as coisas que você pode obter com ele. Então trata de buscar as formas de poder alterar diretamente o seu modo de obter dinheiro com as coisas que realmente precisa. Por exemplo, o seu talento como designer gráfico em troca de um par de noites em um alojamento ou o seu serviço de tradutora, em troca de ser parte de um tour. As possibilidades podem ser incontáveis.


Conclusão:


Anteriormente falamos que não há falta tanto dinheiro para começar a viajar. Tudo depende do destino e dos objetivos da viagem. Você pode economizar tanto quanto o permita a sua economia ou sua conveniência, o tolere. No entanto, é também possível fazer viagens de luxo, sem dinheiro. Isso te contaremos mais tarde, se quiser saber cadastre-se aqui para turistas de mochila às costas.

Classifique esse post