Bélgica – Dicas de Viagem

Bélgica

Estamos falando de um País incrível, que surpreende. O país inteiro é do tamanho do Alagoas, com uma população de apenas 10 milhões de habitantes porém grande em importância, uma vez que o país sedia a União Européia, a OTAN e do Parlamento Europeu. Cidades incríveis, como a medieval Bruges, Antuérpia dos diamantes e a incrível Bruxelas, agradáveis, bonitas, repletas de arte, história e atrações turísticas. E ainda por cima pertinho de tudo! De Bruxelas a Bruges leva-se em torno de 1 hora de trem.

A Bélgica sofre por ser incompreendida. Ela surgiu em 1830, sendo este território dado (antes francês – a Valônia) à Flandres, uma região que se emancipou da Holanda e que sofreu com mais de 57 mil mortes pelas estripulias de Napoleão Bonaparte. Por esta razão o país é dividido por dois idiomas, esta região falando Francês e a outra região falando Flamengo. Mas este povo divide meio a meio o país, um lado de origem e idioma francês e outro de origem holandesa (valões) e não fazem questão de se entender ou de falar o idioma um do outro.

Para quem gosta de cerveja, o país é um “copo” cheio. Na Bélgica, é Stella Artrois para cima. Mas isso não é tudo, a Bélgica surpreendem sem arrogância. Alguns cervejeiros são os monges beneditinos da ordem trapista, que estão neste ofício há mais de 800 anos. A produção da maioria destas cervejas são pelo método champenoise, que lembram a produção de champagne, no uso de rolhas para fechar as garrafas. É possível visitar tais mosteiros, mas recomendamos o bom e velho PUB e bistrôs espalhados pelas cidades. Passeio irresistível!

Caso você não seja o tipo que bebe, mais que curte uma história em quadrinhos, Bruxelas é a Meca dos quadrinhos! Ela abriga nada mais nada menos que 3 museus dedicados ao tema e mais de 32 fachadas de prédios decoradas como tirinhas. Na Bélgica são produzidos mais de 40 milhões de HQs por ano, começando em 1929 com o famoso Tintin.

Na Bélgica também é possível degustar um dos melhores chocolates do planeta! O chocolate chegou a Bélgica em 1519 pelos descobridores do Novo Mundo, que foram apresentados a iguaria pelos Maias e Astecas. Não deixe de experimentar os deliciosos bombons de pistache da Maison des Maîtres Chocolatiers Belges e as lojas de chocolates da Godiva, empresa com mais de 80 anos e genuinamente Belga.

Bruxelas é sisuda e descontraída ao mesmo tempo, possui uma Molécula Gigante como sua “Torre Eifel” e um garotinho que faz xixi como sua “Estátua da Liberdade”. Esse garotinho, o Manneken Pis, é esculpido em bronze e não possui mais que 60 cm de altura e está situado na Rue de lÉtuve desde 1608 e alguns contam que o menino salvou Bruxelas de um  incêndio com seu xixi, apagando o pavio de uma bomba inimiga. Símbolo da cidade, é tradição que os diplomatas e figuras políticas ofereçam uma roupa à estátua quando visitam Bruxelas.

O maior cartão postal de Bruxelas é a Grand-Place, bombardeada em 1695 pelos franceses e reconstruída, monumentalmente, com toda a inspiração renascentista. O edifício da Prefeitura, em estilo gótico é monumental. Reza a lenda que o arquiteto que a planejou se atirou de uma das torres ao perceber que elas não eram simétricas. A Grand-Place, para esnobar suas vizinhas Paris e Amsterdam, é chamada assim sem falsa modéstia. Sem dúvida, o local mais charmoso e deslumbrante da capital belga.

Dica Decolanet de como chegar: Infelizmente não existem vôos diretos do Brasil para Bruxelas. O ideal é seguir até Paris ou Amsterdam e de lá em menos de 1 hora via Eurostar, estar em Bruxelas. Gostou da dica de viagem? Viaje com a gente!

www.decolanet.com.br

  BÉLGICA  Brujas-Bélgica.-Author-Elke-Wetzig.-Licensed-under-the-Creative-Commons-Attribution-Share-Alike
Classifique esse post