Passagens aéreas para o Japão

Passagens aéreas para o Japão

Um país tradicional e tecnológico, com uma cultura completamente diferente da brasileira: assim é o Japão. Castelos do Japão Imperial, parques, florestas, cidades arrojadas: tudo isso está no seu caminho ao viajar pelas diversas cidades do país. Se você está pensando em viajar para o Japão, encontrará neste post algumas dicas para começar o seu planejamento.

Descobrindo o Japão

passagens-aereas-para-o-japao-toquio

O Japão é um destino que tem fama de ser caro. Porém, com planejamento e muita informação, é possível economizar e deixar o roteiro com custos equivalentes a uma viagem modesta pela Europa!

Antes de mais nada, é preciso saber que para o Japão, você irá precisar de visto. Um visto de permanência de 15 dias, chamado de visto de curta permanência, deve ser solicitado no consulado japonês mais próximo da sua cidade. Apesar das exigências quanto à documentação, o processo costuma ser tranquilo e o valor para esse visto em 2017 é de 79 reais.

Ao emitir sua passagem, dependendo da companhia escolhida, vale a pena (e até é recomendado) um stopover, que é uma parada mais prolongada, em Dubai. Neste caso, é preciso solicitar um visto de trânsito, cujo processo é bem simples e muitas vezes oferecido pela própria companhia aérea – e te dá a chance de conhecer mais um país por 48 ou 96 horas.

Kyoto, Tóquio, Hiroshima e Nara são os destinos mais conhecidos no país. Uma sugestão comprovada por vários viajantes que já estiveram no país é começar sua viagem por Kyoto, partindo de Osaka, já que a cidade é bem mais amigável para o turista ocidental, que irá enfrentar invariavelmente o choque de culturas – e não se espante com isso, porque esse choque é parte da graça da viagem! Tóquio, por ser a capital do Japão, gigantesca e populosa, pode tornar a jornada um pouco mais difícil para o turista, já que a comunicação em inglês não é tão usual.

De Kyoto, ainda se podem fazer passeios de um dia para cidades próximas, como Hiroshima.

passagens aereas para o japao-cultura

Uma boa sugestão para esses deslocamentos usando o famoso trem-bala é comprar o Japan Rail Pass, que permite fazer várias viagens pagando um único valor, o que acaba gerando alguma economia.

A moeda local é o iene e o mais recomendado é fazer esse câmbio aqui mesmo no país. Levar reais para trocar lá, efetivamente, não é uma opção. Trocar dólares por ienes já no país é viável, mas perde-se com a comissão das casas de câmbio. Outra saída é habilitar seu cartão de crédito internacional para compras fora do país, o que, apesar das taxas, acaba sendo mais cômodo.

A melhor época para se visitar o Japão são as meias-estações: outono e primavera. Na primavera, entre março e abril, é possível ver as cerejeiras em flor, acompanhar os festivais e presenciar as paisagens coloridas de rosa e branco. O frio do país é muito rigoroso, mas também tem sua beleza – e para quem gosta de ver a neve, é a combinação perfeita!

Aqui na Decolanet você encontra toda a ajuda necessária para planejar sua viagem ao Japão, com praticidade e economia! Conte com a gente!

Classifique esse post