Viajando com animais de estimação

Viajando com animais de estimação

Quem ama bichinhos de estimação sabe como é difícil ficar longe deles durante uma viagem. Para que eles não fiquem sozinhos, existem opções: pedir a um amigo que cuide do seu pet, contratar um hotel para ele, ou ainda levá-lo consigo na viagem!

Levar um animal em uma viagem aérea não é um processo tão complicado. Neste post vamos explicar os principais pontos para garantir que seu animalzinho acompanhe você em sua jornada!

Antes de começar a reunir os documentos, o importante é verificar com a companhia aérea escolhida quais são as condições e regras para transporte de animais de estimação. Algumas permitem o transporte apenas na cabine, junto com o passageiro, outras também transportam o pet no compartimento de carga. As limitações de animais por passageiro, peso, tamanho da caixa de transporte varia conforme a companhia.

Para escolher a caixa ou bolsa de transporte de acordo com as regras de cada companhia, uma boa ideia é levar as dimensões na loja na hora da compra, para adquirir a caixa ou bolsa corretas para a viagem. Se o passageiro levar seu animal em uma embalagem fora das especificações, ele não poderá embarcar.

Depois disso, leve seu pet ao veterinário. É fundamental que ele esteja em boas condições de saúde para a viagem, pois ele irá ficar confinado por um período. É preciso emitir um atestado próprio para viagens aéreas, com uma data de no máximo dez dias anteriores à viagem.

O preço e a data para reserva da passagem do pet também variam de acordo com a companhia aérea e o local onde ele irá viajar (cabine ou compartimento de carga).

Como o animal precisará ficar confinado na caixa ou bolsa de transporte, é preciso acostumá-lo a permanecer dentro da caixa. Uma dica é fazer essa adaptação quando o animal estiver relaxado e tranquilo, para que ele associe essa experiência a uma sensação boa. Dar refeições dentro da caixa e trancá-lo aos poucos, para que ele se acostume ajuda nesse processo. É preciso acostumar seu pet também a ficar dentro da caixa sem a sua presença, caso ele precise viajar no compartimento de carga.

No dia da viagem, dê refeições leves ao seu bichinho até 3 horas antes da viagem, para evitar enjoos durante o voo. Forneça água à vontade para ele e estimule-o a defecar e urinar antes de entrar na caixa para viajar.

Forre a caixa de transporte com um tapete higiênico. Um pedaço de tecido ou roupa onde ele já durma ajuda o pet a se manter tranquilo, por ter o cheiro dele, do dono e da casa.

Ao final da viagem, o pet deverá ser retirado no setor de bagagens. Ele não será colocado na esteira.

Para saber todos os detalhes, consulte cada companhia aérea. Os sites costumam ter também mais dicas para ajudar seu pet a ter uma viagem tranquila e confortável – e para que o dono viaje despreocupado também!

Depois de deixar seu pet prontinho para viajar com você, não se esqueça de contar com a Decolanet para encontrar os melhores preços de passagens, hospedagens e aluguel de veículos!

Classifique esse post