PRE recomenda que igrejas nao promovam propaganda eleitoral
Notícias

PRE aconselha que igrejas evitem fazer campanha eleitoral.

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão emitiu uma recomendação aos líderes religiosos, partidários e dirigentes de entidades religiosas do estado. Foi solicitado que evitem qualquer tipo de atividade que possa ser interpretada como propaganda eleitoral em favor de determinadas candidaturas, principalmente em locais de culto.

PRE recomenda que igrejas nao promovam propaganda eleitoral

Segundo a PRE, a recomendação é direcionada a padres, sacerdotes, pastores, bispos e outros representantes religiosos, levando em conta o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral de que a propaganda eleitoral feita por entidades religiosas pode configurar abuso de poder econômico e, portanto, deve ser proibida.

O procurador regional eleitoral Pedro Henrique Castelo Branco alertou que a utilização de recursos de templos religiosos pode prejudicar a igualdade de oportunidades entre os candidatos, o que poderia comprometer a normalidade e a legitimidade das eleições. Em casos extremos, a prática poderia levar à cassação do registro ou diploma dos candidatos beneficiados, se eleitos.

Viajante e Investidor, apaixonado por destinos exóticos onde conheceu mais de 50 países.