Conheça a região turística de Visconde de Mauá

Vila Visconde de Maua

        

Visconde de Mauá

É uma região com a natureza preservada, onde ficam situadas três vilas com grande estrutura turística: Vila de Mauá, Vila de Maringá e Vila da Maromba. O local faz fronteira com Parque Nacional do Itatiaia e está no alto das montanhas da Serra da Mantiqueira. É uma região com  fácil acesso, com estrada pavimentada, que une a Rodovia Dutra a Vila de Maua, passendo pelo distrito de Penedo, numa região situada praticamente no meio da distância entre a cidade de São Paulo e Rio de Janeiro.

Vila Visconde de Mauá

Visconde de Mauá tem de tudo um pouco para agradar cada tipo de público. É uma ótima opção de destino para ir passar um final de semana romântico com o namorado/marido. É ótimo para viajar com os amigos por suas diversas as opções de turismo de aventura, como as trilhas e cachoeiras. E se encaixa super bem em uma viagem em família, com opções de passeios de quadriciclo e cavalgadas.

É o destino ideal para quem está em busca de um lugar para fugir da correria do dia a dia e descansar. Se você curte natureza, paz e tranquilidade, vai ficar encantado com a região.

A vila de Visconde de Mauá

O centrinho da vila que leva o nome da região é pequeno e simples. Há uma igrejinha simpática e um pequeno comércio com opções de artesanato e feira de orgânicos. Não deixe de passar na Aldeia dos Imigrantes, uma galeria super fofa localizada em frente ao Centro Cultural Visconde de Mauá.

A vila de Maringá

É o principal centro comercial da região, com uma variedade de restaurantes, bares e lojas. Como há um rio que separa essa vila, tem a Maringa-MG e a Maringá-RJ. São uma do lado da outra, apenas com uma ponte de pedestre separando-as. A diferença entre elas é que a primeira é mais organizada e chique, a segunda é mais simples e com um custo menor

A vila de Maromba

Logo Após  vem a vila de Maromba, onde encontramos as cachoeiras e as piscinas naturais mais badaladas das região, entre elas estão a Cachoeira do Escorrega, o Poção (de onde você pode pular de uma altura de 7m) e a Cachoeira da Santa Clara.

Quando Ir

A região de Visconde de Mauá é muito buscada no inverno (de junho a agosto) devido ao friozinho gostoso das montanhas: as temperaturas chegam até a -2ºC. O clima da região é classificado como tropical de altitude, tendo verões amenos e invernos frios e secos. Já no verão a probabilidade de chuva é alta (inclusive de chuvas bem fortes) mas é uma boa época para curtir as cachoeiras em dias mais quentes – a temperatura chega a 27ºC.

Como chegar

A partir do Rio de Janeiro, siga até a Rodovia Washington Luiz e entre no Arco Metropolitano em direção a Resende. São 230 km e leva-se em média 3h de carro. Após a entrada de Resende, fique atento para as sinalizações de Visconde de Mauá.

De São Paulo são 300 km e leva-se em média 4h de carro. Siga até a BR116 em direção ao Rio de Janeiro e depois pegue a RJ163.

Não indicamos ir de ônibus, pois sua locomoção vai ficar bem restrita, mas há esta opção pela Viação Cidade do Aço, com saídas do Rio de Janeiro às 19:30h somente as sextas-feiras e retorno no domingo da Vila da Maromba as 16h.

Melhores ofertas para o final de ano

Melhores ofertas para o final de ano

Melhores ofertas para o final de ano

Separamos as melhores ofertas de passagens aéreas para o final do ano, aproveite agora os trechos promocionais que a decolanet separou para os viajantes de plantão, aproveita nossas promoções e embarque para o Rio de Janeiro com as melhores ofertas que nosso site oferece para você!

Melhores ofertas da Tam, Gol, Azul e Avianca para o Natal

Voos SAÍDA VOLTA VALOR
Chapecó-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1099,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 520,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 520,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 164,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 560,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 782,80 COMPRAR
Jaguaruna-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 447,80 COMPRAR
Joinville-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 516,80 COMPRAR
Navegantes-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 682,80 COMPRAR
Florianópolis-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 524,80 COMPRAR
Caxias do Sul-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1116,80 COMPRAR
Passo Fundo-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 711,80 COMPRAR
Uruguaiana-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1395,80 COMPRAR
Foz do Iguaçu-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 849,80 COMPRAR
Cascavel-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 992,80 COMPRAR
Londrina-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 395,80 COMPRAR
Ponta Grossa-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 808,80 COMPRAR
Maringá -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 631,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 215,80 COMPRAR
Confins -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 215,80 COMPRAR
Governador Valadares-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 920,80 COMPRAR
Montes Claros-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 812,80 COMPRAR
Pampulha-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 3471,80 COMPRAR
Zona da Mata-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 724,80 COMPRAR
Uberlândia-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 739,80 COMPRAR
Uberaba -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 771,80 COMPRAR
Porto Seguro-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 693,80 COMPRAR
Vitória-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 223,80 COMPRAR
Araçatuba -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 737,80 COMPRAR
Bauru/Arealva-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 541,80 COMPRAR
Campo dos Amarais-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 409,80 COMPRAR
Congonhas-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 164,80 COMPRAR
Guarulhos-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 338,80 COMPRAR
Marília -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 796,80 COMPRAR
Presidente Prudente-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 636,80 COMPRAR
ILHEUS-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 698,80 COMPRAR
Viracopos-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 409,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 985,80 COMPRAR
Petrolina-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1703,80 COMPRAR
Aracaju -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 689,80 COMPRAR
Natal -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1078,80 COMPRAR
Campina Grande-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1259,80 COMPRAR
João Pessoa-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 818,80 COMPRAR
Juazeiro do Norte-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1094,80 COMPRAR
Cruzeiro do Sul -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1585,80 COMPRAR
Rio Branco-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1262,80 COMPRAR
Fortaleza-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 939,80 COMPRAR
São Luís-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 756,80 COMPRAR
Macapá-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1334,80 COMPRAR
Manaus -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 743,80 COMPRAR
Carajás -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1127,80 COMPRAR
Altamira-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1869,80 COMPRAR
Belém-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 794,80 COMPRAR
Santarém-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1275,80 COMPRAR
Marabá -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1204,80 COMPRAR
Porto Velho-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1284,80 COMPRAR
Boa Vista-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1268,80 COMPRAR
Vilhena -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1998,80 COMPRAR
Palmas -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 724,80 COMPRAR
Araguaína-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 4324,80 COMPRAR
Ji Paraná-Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 2039,80 COMPRAR
Cacoal -Rio de Janeiro 11/12/2018 14/12/2018 R$ 1352,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 211,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 215,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 450,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 564,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 450,80 COMPRAR
Chapecó-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 992,80 COMPRAR
Jaguaruna-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 396,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 738,80 COMPRAR
Joinville-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 414,80 COMPRAR
Florianópolis-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 364,80 COMPRAR
Navegantes-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 401,80 COMPRAR
Caxias do Sul-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1099,80 COMPRAR
Uruguaiana-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1903,80 COMPRAR
Passo Fundo-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1122,80 COMPRAR
Cascavel-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 992,80 COMPRAR
Santa Maria-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1812,80 COMPRAR
Foz do Iguaçu-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 537,80 COMPRAR
Londrina-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 520,80 COMPRAR
Maringá -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 656,80 COMPRAR
Ponta Grossa-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 957,80 COMPRAR
Campos dos Goytacazes-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1285,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 327,80 COMPRAR
Confins -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 327,80 COMPRAR
Divinópolis-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1252,80 COMPRAR
Governador Valadares-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1047,80 COMPRAR
Pampulha-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 3989,80 COMPRAR
Montes Claros-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 779,80 COMPRAR
Uberaba -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1210,80 COMPRAR
Uberlândia-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 609,80 COMPRAR
Zona da Mata-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 356,80 COMPRAR
Porto Seguro-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 798,80 COMPRAR
Vitória-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 269,80 COMPRAR
Araçatuba -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1042,80 COMPRAR
Bauru/Arealva-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1073,80 COMPRAR
Campo dos Amarais-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 619,80 COMPRAR
Congonhas-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 211,80 COMPRAR
Guarulhos-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 338,80 COMPRAR
Marília -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1246,80 COMPRAR
Presidente Prudente-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 813,80 COMPRAR
Viracopos-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 619,80 COMPRAR
ILHEUS-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 658,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1123,80 COMPRAR
Aracaju -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 451,80 COMPRAR
Petrolina-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1703,80 COMPRAR
João Pessoa-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 751,80 COMPRAR
Campina Grande-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 983,80 COMPRAR
Natal -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 911,80 COMPRAR
Cruzeiro do Sul -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1892,80 COMPRAR
Juazeiro do Norte-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1094,80 COMPRAR
Rio Branco-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1231,80 COMPRAR
São Luís-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 744,80 COMPRAR
Fortaleza-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 757,80 COMPRAR
Macapá-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1474,80 COMPRAR
Manaus -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1135,80 COMPRAR
Carajás -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1479,80 COMPRAR
Marabá -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1142,80 COMPRAR
Altamira-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 2101,80 COMPRAR
Belém-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1267,80 COMPRAR
Boa Vista-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1268,80 COMPRAR
Palmas -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 747,80 COMPRAR
Santarém-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1087,80 COMPRAR
Porto Velho-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1016,80 COMPRAR
Ji Paraná-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 2050,80 COMPRAR
Araguaína-Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 4275,80 COMPRAR
Cacoal -Rio de Janeiro 12/12/2018 18/12/2018 R$ 1532,80 COMPRAR

 

Voos Promocionais para o Réveillon de 2018

Voos para o Réveillon de 2018

Voos promocionais para passar o réveillon no Rio de Janeiro

Final do Ano está chegando, e você já se programou aonde vai passar a virada do ano? Se sua resposta for “não!”, a Decolanet deixa aqui as melhores opções de preços e voos promocionais para você passar a virada do ano no Rio de Janeiro! São trechos curtos para você passar a virada do ano em grande estilo em Copacabana. Encontre a passagem aérea perfeita para você.

Voos selecionados para o réveillon:

TRECHO SAÍDA VOLTA VALOR
Salvador-Rio de Janeiro 27/12/0518 01/01/0518 R$ 359,80 COMPRAR
Fortaleza -Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 630,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 147,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 162,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 313,80 COMPRAR
Belem-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 501,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 732,80 COMPRAR
Florianópolis -Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 390,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 710,80 COMPRAR
Chapecó-Rio de Janeiro 27/12/0518 05/01/0518 R$ 403,80 COMPRAR

 

14 pontos turísticos para guardar Nova York na lembrança

De acordo com o Departamento de Comércio Americano, apesar dos problemas econômicos, políticos e ligados à segurança que atingiram o país em cheio nos últimos anos, o turismo nos Estados Unidos — não apenas na cidade de Nova York como em todo o território — registrou uma queda de 2% no número de visitantes, totalizando um recuo de cerca de 1% nos gastos no país.

No entanto, os brasileiros parece que têm andado na contramão dessa realidade, pois as estatísticas revelam o Brasil em 3º lugar entre os países que mais gastam nos Estados Unidos, saltando da sétima para a terceira posição nos últimos 15 anos. Isso acontece muito em função do aumento da capacidade de consumo do brasileiro e, principalmente, pela ascensão econômica de um contingente que até então não tinha acesso a certas regalias.

O objetivo deste artigo é fazer uma lista com os 14 pontos mais apreciados na cidade de Nova York – todos eles são paradas obrigatórias, seja pela sua importância histórica ou simplesmente pelo número de turistas que recebem anualmente.

1. Central Park

O Central Park é, sem dúvida, uma das principais atrações de Nova York, e, para muitos, um verdadeiro paraíso em meio à vastidão de uma “selva de pedra”.

São quase 3,5 km² de área verde, repleta dos mais belos exemplares da flora e da fauna norte-americana, uma imensa ciclovia, música ao vivo com a participação de artistas de rua, entre outras atrações.

O trecho entre o Cedar Hill e o Museu de Arte Metropolitano é considerado um dos mais atraentes, principalmente pela limpeza, segurança e organização, que garantem a diversão ou o sossego das famílias que fazem do Central Park a sua verdadeira casa.

O oásis em meio a uma “selva de pedra”, é assim que o Central Park também é conhecido.

2. 9/11 Memorial

Essa é uma experiência para os que têm estômago forte e são capazes de lidar com os diversos tipos de sentimentos que tomam conta dos visitantes.

É um memorial organizado 30 m abaixo do terreno onde eram localizadas as torres gêmeas, em homenagem aos personagens envolvidos na tragédia do 11 de setembro nos Estados Unidos.

Lá, é possível saber um pouco mais dos detalhes do desastre, por meio de quase 10 mil objetos, entre os quais, inúmeras fotos, partes da estrutura do prédio e dos aviões, vídeos com entrevistas e depoimentos, peças de roupas e objetos pessoais, além de trechos das conversas telefônicas entre os passageiros do avião e entre eles e a central de emergência no exato instante da tragédia.

No memorial é possível ver partes dos aviões que atingiram as torres gêmeas no fatídico dia 11 de setembro de 2001.

3. Estátua da Liberdade

Na Ilha da Liberdade (região portuária), está a Lady Liberty, um dos cartões-postais da cidade de Nova York e do mundo.

Apesar de não estar entre as maiores edificações norte-americanas (tem pouco mais de 45 m a sua parte principal), é, sem dúvida, uma das mais visitadas, por ser um dos símbolos mais queridos dos Estados Unidos.

O visitante poderá escolher entre percorrer o interior da estátua ou simplesmente admirá-la de longe durante o famoso passeio de ferry boat pelo Rio Hudson, saindo do Battery Park e seguindo em direção ao Staten Island. O passeio dura não mais que 50 min, mas permite contemplar a estátua e tirar belas fotos de ângulos privilegiados da ilha.

Na Ilha da Liberdade está a Lady Liberty, um dos cartões-postais de Nova York.

4. Conservatory Garden

O Jardim do Conservatório recebeu esse nome devido à famosa estufa ou conservatório de flores que havia ali em fins do século XIX, e que se tornou a principal referência entre locais para abrigo de espécies exóticas da flora americana.

Localizado dentro do Central Park, na região da 5ª Avenida, tem cerca de 25.000 m² das mais variadas espécies de rosas, cerejeiras, bromélias, crisântemos, macieiras, além de árvores imponentes, lagos, estátuas, monumentos e fontes que tornam o Conservatory Garden um dos locais mais agradáveis para um fim de tarde com a família na cidade de Nova York.

O local é dividido em três espécies de jardins temáticos: O Jardim Norte, projetado em um desenho clássico francês. O Jardim Central, com arquitetura italiana. E o Jardim Sul, em estilo inglês, onde chamam a atenção a Fonte Burnett, o seu famoso espelho d’água, a escultura dos irmãos Mary e Dickon, entre outras inúmeras atrações do local.

Com cerca de 25.000 m², o Conservatory Garden é um dos principais pontos turísticos da cidade de Nova York.

5. Bryant Park

Uma das atividades mais tradicionais entre as famílias nova-iorquinas é fazer uma das suas refeições em um parque. Nesse caso, o Bryant Park é um dos preferidos, graças à segurança, tranquilidade e o clima agradável que percorre todo o local.

É um parque de pequeno porte, localizado na 6ª Avenida (na região da Times Square, perto do Grand Central Terminal e da New York Public Library), bastante famoso também pela sua pista de patinação no gelo (que costuma ficar lotada nos fins de semana), arquitetura (entre o moderno e o clássico), além de fontes, estátuas, bares, restaurantes, entre outras atrações.

Bryant Park é um dos principais representantes da tradição norte-americana de fazer refeições em parques.

6. Plataforma de observação Top of The Rock

Incrustado no conjunto de prédios do Rockefeller Center, com o Empire State ao sul e o Central Park ao norte, surge, imponente, o Top of The Rock, um dos principais observatórios de Nova York, que permite uma visão em 360° de toda a Ilha de Manhattan, com direito a um dos mais belos pores do sol da cidade.

Da plataforma ainda é possível admirar as cidades de Jersey City e Long Island, o Rio Hudson, entre outros pontos, de ângulos privilegiados e que possibilitam belas fotos panorâmicas de uma região famosa pela imponência dos seus arranha-céus.

O mais incrível é que a visão que se tem a partir do Top of The Rock faz com que ele rivalize em número de visitas com o lendário prédio Empire State, que é, sem dúvida, um dos mais procurados por oferecer uma visão de toda a cidade de Nova York.

Pela visão panorâmica que proporciona, o Top of The Rock consegue a proeza de competir com o lendário Empire State Building.

7. Museu Metropolitano de Arte

O “Metro” — como também é carinhosamente conhecido — é um dos mais respeitados museus dos Estados Unidos, pois é capaz de extasiar os visitantes com o que há de melhor em obras de arte dos séculos XIX e XX, destacando-se alguns dos grandes referenciais da pintura, como Picasso, Monet, Modigliani, Renoir, entre outros.

O prédio, por si só, já é considerado uma preciosidade, devido à sua imponência, grandiosidade e charme que cativa até mesmo os pouco afeitos a esse tipo de turismo.

No museu ainda é possível admirar a famosa “Coleção Egípcia”, com o melhor da arte dessa civilização; obras Renascentistas; pinturas e esculturas de artistas europeus dos séculos XIX e XX; a “Galeria das Armas”; além de um espaço dedicado a obras e artistas dos demais continentes.

Picasso, Monet, Modigliani (acima), Renoir, entre outros grandes nomes das artes, podem ser admirados no Museu Metropolitano.

8. The Met Cloisters

Quando estiver no Museu Metropolitano a dica é visitar essa parte do museu que abriga esculturas, pinturas, gravuras, entre outras técnicas de grandes mestres europeus dos séculos XIV ao XVI.

O local foi todo reformado pela família Rockefeller a partir de um mosteiro abandonado na região do Rio Hudson — numa parte mais distante da Midtown —, e hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade de Nova York.

Além das obras, chamam a atenção dos visitantes os belos jardins que cercam o museu, o clima de paz e espiritualidade e o seu desenho arquitetônico considerado um evento à parte pela maioria dos turistas que saem embevecidos com a riqueza cultural do lugar.

The Met Cloisters foi um antigo castelo que se tornou um monastério, até ser reformado pela família Rockefeller.

9. Grand Central Terminal

A Estação Central é um dos locais mais famosos da cidade de Nova York. Apesar de ser escolhido constantemente como palco para filmagens de inúmeros longas-metragens que fizeram sucesso em todo o planeta, é uma estação de trens de verdade localizada em plena Midtown.

Tem um inconfundível desenho arquitetônico clássico (onde o mármore reina absoluto), que se mescla com um estilo moderno, além de pontos específicos como as suas escadarias, o relógio central, um teto todo estrelado e vários outros detalhes que chamam a atenção logo à primeira vista.

Durante o percurso ainda é possível visitar a famosa lojinha Magnólia Bakery, a matriz da rede de fast food Shake Shack, além de bares, restaurantes, cafés, lojas de souvenires, floriculturas, lanchonetes e várias outras atrações.

A Estação Central é uma estação de trens de verdade, mas também um dos cenários mais utilizados para filmes de Hollywood.

10. Lincoln Center

Assistir a uma apresentação da ópera La Bohéme, ou do Ballet “Quebra-Nozes”, do grupo de dança “Alvin Ailey”, da ópera Cavalleria Rusticana (de Mascagni), entre outros clássicos imortalizados por grandes artistas de todos os tempos, é possível nesse que é considerado um dos mais importantes complexos de teatros e casas de shows do mundo.

É lá que estão patrimônios como a sede do Metropolitan Opera House, da Filarmônica de Nova York, do New York City Opera e Ballet, a Escola Julliard, além de um espaço dedicado ao jazz e vários outros símbolos da cultura nova-iorquina e mundial.

O Lincoln Center é considerado um dos mais importantes complexos de teatros e casas de shows do mundo.

11. Manhattan Skyline

O Manhattan Skyline ou “Horizonte de Manhattan” é a forma mais agradável e famosa de admirar a ilha e os seus principais pontos turísticos.

É uma espécie de roteiro que engloba vários pontos de onde se pode observar a ilha, como, por exemplo, através dos passeios de ferry boat em meio ao Rio Hudson, ou da região de Nova Jersey, e, obviamente, do Brooklyn (um dos locais preferidos dos turistas).

A possibilidade de contemplar os prédios mais famosos de Nova York, a agitação da cidade de vários ângulos diferentes, além da Estátua da Liberdade e da Ponte do Brooklyn são experiências consideradas únicas, e que, definitivamente, não podem ficar de fora em um tour pelos Estados Unidos.

Visão noturna da Skyline de Manhattan.

12. Broadway

Outra parada obrigatória em um roteiro pela cidade de Nova York, é essa que é considerada a mais famosa avenida dedicada a casas de shows e espetáculos no mundo.

Cruzando a ilha de Manhattan de uma ponta a outra, a Broadway aguça os sentidos e a imaginação de quem quer que experimente fazer o seu trajeto repleto de luzes, cores, artistas de rua, personagens das obras mais famosas do cinema e do teatro, além de todo o agito e a animação de um trecho onde reside o que há de melhor da cultura norte-americana.

Apesar do brilho e colorido da avenida, o ideal mesmo é comprar um ingresso e assistir a uma das inúmeras peças teatrais e espetáculos que a Broadway oferece, e poder compartilhar com os parentes e amigos uma das experiências mais fascinantes que se pode ter em solo americano.

Apesar do brilho e colorido da avenida, o ideal mesmo é comprar um ingresso e assistir a uma das inúmeras peças teatrais e espetáculos que a Broadway oferece.

3. Empire State Building

Outra experiência considerada obrigatória na cidade de Nova York é subir até alguns dos principais andares desse prédio que é considerado o mais famoso e com uma das vistas mais belas de toda a região.

O Empire State é um edifício que mantém o seu desenho arquitetônico antigo, o que por si só já o qualifica como uma das grandes atrações no país.

No entanto, a sua história e a visão panorâmica que é possível ter da cidade – principalmente do 86º andar do prédio – são consideradas experiências imbatíveis e que não podem ficar de fora de um roteiro escolhido pela famosa ilha.

Visão do 86º andar do Empire State Building.

14. Times Square

Por fim, a Times Square, também conhecida como “a encruzilhada do mundo”, por ser um largo onde convergem várias ruas e esquinas repletas de atrações, casas de shows, bares, restaurantes, imensos painéis de led e neon, lojas de departamentos, entre outros pontos frequentados por turistas dos quatro cantos do mundo.

Para muitos, o prazer de simplesmente parar e contemplar o vai e vem de indivíduos dos mais diferentes lugares do planeta já é um evento em si, que se junta às visitas aos prédios históricos, estúdios de televisão, teatros, casas de espetáculos, entre várias outras experiências.

Conhecida como a “Encruzilhada do Mundo”, a Times Square é considerada parada obrigatória durante um roteiro pela cidade de Nova York.

O que você achou deste artigo? Encontre passagens aéreas para Nova York aqui na Decolanet, deixe seu comentário e continue acompanhando nossas publicações.

Viagem para solteiros: 13 roteiros imperdíveis do Brasil

Um dos ramos mais interessantes do turismo atual diz respeito às opções de viagens para solteiros. Muitos enxergam essa alternativa como a chance de encontrar um par romântico ou um simples amor de verão.

Mas a verdade é que essa opção turística busca também mostrar àqueles que não possuem uma companhia que é possível, sim, curtir a vida sozinho. Que viajar desacompanhado tem seus encantos e que, na maioria das vezes, é possível curtir até mais as aventuras, pois não há nada que te prenda no momento de decidir o que fazer ou não.

A viagem para solteiros é excelente para se fazer novas amizades, curtir baladas sem hora para ir embora para o hotel, aproveitar a natureza, fazer compras tranquilamente, visitar locais que somente você gostaria de conhecer, enfim.

Depois de ter em mente todas essas características positivas, podemos, então, pensar que uma paquera sem compromisso possa ser mais um motivo para encararmos um roteiro turístico sozinhos.

Pensando em te ajudar a encontrar os melhores destinos para solteiros, separamos aqui 13 roteiros imperdíveis pelo Brasil. Essas dicas farão com que seu próximo período de férias seja o mais inesquecível da sua vida.

Viagem para solteiros: 13 roteiros imperdíveis do Brasil

Você prefere curtir uma boa praia? Ou é mais voltado(a) às montanhas? Gosta de caminhar pelas ruas? Ou é mais propenso(a) a aproveitar a vida noturna? Uma mistura de tudo isso é que te faz feliz?

Sejam quais forem suas preferências, em um país tão grande e diverso como o nosso haverá lugares divertidos e surpreendentes para todos os gostos.

1 – Florianópolis (SC)

Muita festa na praia Jurerê Internacional, em Florianópolis.

Floripa tem tudo a ver com diversão e animação, figurando como o destino preferido de viagem para solteiros. Os motivos são óbvios, pois falamos de uma parte do Brasil que oferece belíssimas praias, bares badalados, beach clubs concorridos e muita gente bonita disposta a viver a vida.

A famosa praia Jurerê Internacional é o point que ilustra bem essa preferência de homens e mulheres descompromissados pela capital catarinense. São bares e boates que atraem a atenção de DJs e turistas de todo o mundo.

Outras praias buscadas pelos jovens a fim de se divertirem são: Praia do Rosa, Praia da Joaquina, Praia dos Ingleses e Barra da Lagoa. Essa última destaca-se pelo surfe, além de baladas e festas.

2 – Fernando de Noronha (PE)

A belíssima Fernando de Noronha.

Noronha oferece praias paradisíacas, onde podemos destacar a da Cacimba, do Padre, a Baía dos Porcos e a Baía do Sancho. Lá é possível praticarmos esportes marítimos como mergulho e passeios de barco, além do ‘planasub’ e o mergulho de cilindro.

Também temos trilhas com diferentes níveis de dificuldades que levam até belas praias, rapel, surfe, banho de cachoeira e mirantes para admirar o pôr do sol. Seu Réveillon costuma ser super concorrido.

O arquipélago recebe muita gente bonita, tanto do Brasil quanto do exterior. Trata-se de uma incrível opção de viagem para solteiros, pois o normal é voltar de lá com a bateria recarregada, prontos para novos desafios profissionais e pessoais.

3 – São Paulo (SP)

São Paulo foi eleita como a quarta melhor vida noturna do mundo.

A capital paulista normalmente é vista como uma cidade estressante e que respira apenas trabalho. Mas não para os solteiros.

É ponto pacífico que Sampa possui uma vasta gama de opções noturnas, onde aqueles que encaram a noite paulistana podem paquerar e fazer novas amizades. Para quem não sabe, a cidade foi eleita pela National Geographic como a quarta melhor do mundo para se curtir a vida noturna.

São bares e boates espalhadas pelos quatro cantos, com destaque para o bairro boêmio de Vila Madalena, com opções descoladas para todos os gostos. Por lá, encontramos ainda hostels que recebem muitos turistas europeus e sul-americanos em busca de agito.

A Rua Augusta e o bairro Barra Funda são outros locais indicados para curtir baladas e casas noturnas. E passear pela Avenida Paulista e Parque do Ibirapuera aos finais de semana deixarão sua viagem ainda mais especial.

Mas se o seu negócio é aproveitar as opções culturais, principalmente sem ter ninguém ao seu lado para dizer que tudo isso é chato, desfrute dos inúmeros museus, galerias de arte, shows, peças teatrais, shopping centers, jogos de futebol e tantas outras opções disponíveis na metrópole.

4 – Rio de Janeiro (RJ)

Praia de Ipanema: a preferida dos solteiros.

É claro que a Cidade Maravilhosa não estaria de fora desta lista. Aliás, qual solteiro não gostaria de aproveitar suas praias e bares em meio a muita gente bonita? E nem é preciso citar como seria desfrutar do Carnaval e Réveillon na cidade.

Para quem ainda busca referências de lugares indicados para solteiros no Rio, podemos destacar o bairro da Lapa e seus bares e vida noturna. Um bom lugar para se paquerar entre um chopp e outro é no Jobi, um point boêmio localizado no Leblon. Aliás, o bairro é ótimo e agrupa muita gente bonita.

Já o Baixo Méier é um conjunto de bares na Zona Norte que reúne muitos descompromissados querendo conversar e trocar uma ideia. Mas se o seu negócio é sol e mar, saiba que a Praia de Ipanema é a preferida dos solteiros. Especialmente entre os postos 9 e 10, onde a azaração rola solta.

Em resumo, o Rio de janeiro é o local ideal para quem gosta de relacionar viagem para solteiro com oportunidade de encontrar um par romântico.

5 – Morro de São Paulo (BA)

Um paraíso chamado Morro de São Paulo.

Esse paraíso baiano situado na Ilha de Tinharé já oferece um ambiente mais tranquilo e relaxante, com certo agito apenas à noite. O sossego é garantido nas chamadas Quarta e Quinta Praia, locais quase desérticos.

Entretanto, é na Segunda Praia que encontramos um complexo de bares e restaurantes que atende a demanda de turistas. É ali que é divulgada toda a programação noturna. O lugar oferece luaus e shows de música ao vivo durante o verão. Nos finais de semana, as festas ficam por conta da Pulsar Disco e da Toca do Morcego.

Ou seja, um lugar perfeito. Se sua intenção é apenas descansar o corpo e a mente, ótimo. Mas se deseja equilibrar a paz com uma pitada de diversão, ótimo também.

6 – Chapada Diamantina (BA)

Cachoeira da Fumaça: um dos locais mais belos da Chapada Diamantina.

Há quem prefira fugir de praias e queira um contato com a natureza de outra maneira. Sendo assim, a Chapada pode ser uma alternativa espetacular para uma viagem para solteiros. Apesar de também estar na Bahia, o local dispõe de um clima mais ameno. E suas cachoeiras garantem a energização e tranquilidade necessárias.

A dica é visitar o Parque Nacional da Chapada Diamantina, que renderá ótimas fotos na Cachoeira da Fumaça e na Gruta Torrinha. Visite também o Poço Azul, uma caverna com águas azuladas e cristalinas e que tem alguns pontos abertos para quem quiser mergulhar.

Um passeio e tanto para se fazer em um grupo e aproveitar para fazer novas amizades e novos companheiros(as) de viagens de aventura.

7 – Balneário Camboriú (SC)

Balneário Camboriú é reduto de belas paisagens, festas e gente bonita.

Mais um lugar para encontrar gente bonita. Aliás, Balneário Camboriú é um município catarinense com belíssimas paisagens naturais que comporta pessoas educadas e receptivas. Leva o apelido de Ibiza Brasileira e costuma ser invadida por argentinos e uruguaios.

Para os solteiros em busca de diversão, a dica é seus beach clubs, cujas festas começam já pela tarde e se estendem até a madrugada pelos bares da Avenida Atlântica. É nessa região que encontramos também algumas das melhores baladas de música eletrônica do mundo, como a Green Valley e a Warung.

Balneário Camboriú é super-indicado para se hospedar durante a Oktoberfest, que acontece em Blumenau. Funciona como um passeio 2 em 1, mesclando dois tipos diferentes de turismo, até porque as localidades são próximas. Portanto, os descompromissados devem reservar o mês de outubro para aproveitarem ao máximo essa experiência única.

8 – Guarapari (ES)

A bela cidade capixaba de Guarapari.

A cidade capixaba de Guarapari é mais um destino praiano indicado para os solteiros em busca de diversão. Seus bares com música ao vivo recebem muita gente bonita depois de um dia cheio em uma das 30 praias do município.

Como destaque, temos as tradicionais boates Lua Azul e Multiplace Mais. Além da Arena Pedreira, onde acontecem diversos shows e festas que sacodem Guarapari durante todo o ano. O carnaval da cidade é um evento à parte e arrasta muitos foliões por suas ruas e praias.

Guarapari possui uma orla com muitas praias urbanizadas e tomadas por calçadões, quiosques, bares e restaurantes. Os jovens buscam se concentrar nas praias Enseada Azul e Meaípe. Já nas sossegadas praias do Sol, d’Ulé, Setibão e da Cerca há boas ondas o ano inteiro para os surfistas de plantão. Assim como na movimentada Praia do Morro.

9 – Curitiba (PR)

Curitiba possui umas das noites mais concorridas do país.

Sem dúvida alguma, Curitiba é uma das melhores cidades brasileiras para se visitar e viver, sendo uma das capitais mais agitadas do Brasil. Isso sem contar os inúmeros pontos turísticos existentes, clima agradável e gente muito bonita por todo lado.

Durante o dia, há muito o que visitar pela cidade. Curitiba possui muitos parques, com destaque para o Parque Barigui. Há também um bairro italiano chamado Santa Felicidade, perfeito para almoçar e comprar bons vinhos. E nem precisamos falar muito sobre seus principais cartões-postais: o Jardim Botânico e a Ópera de Arame.

Para se conhecer tudo é indicado tomar o ônibus Hop-On Hop-Off por, pelo menos, dois dias. Quando a noite cair, nada mais obrigatório que visitar o Sheridan’s Irish Pub e o Slainte Irish Pub pelo nobre bairro do Batel. Aliás, a Avenida do Batel é um antro de perdição no bom sentido, pois há inúmeros bares disponíveis.

10 – Bonito (MS)

Bonito é uma das cidades brasileiras mais abençoadas pela natureza.

Um das mais agradáveis viagens para solteiros no Brasil é seguir estrada rumo a Bonito. Principalmente para aquelas pessoas que são amantes do ecoturismo. Com piscinas de águas naturais e lagos cristalinos, a cidade é um dos principais pontos turísticos do país.

Essa é daquelas indicações para quem não está preocupado em azaração ou coisas do tipo. A ideia aqui é descansar, fugir da agitação, curtir a natureza e fazer novas amizades.

Algo como tirar um tempo para você mesmo, sem que haja alguém dizendo o que fazer ou deixar de fazer. É local ideal para preparar a cabeça para encarar desafios futuros.

11 – Porto Seguro (BA)

Porto Seguro é um dos melhores destinos de viagem para solteiros.

Muita festa e agitação. Na contramão do descanso, encontra-se Porto Seguro. Lugar ideal para jovens solteiros a fim de dias intensos de sol, mar e longas noites de curtição. O local costuma receber muitas excursões de estudantes, por exemplo.

No verão, há muitos shows de artistas nacionais dos mais variados ritmos. Mas o axé, claro, é a música mais tocada nos estabelecimentos e praias. Cuidado com a famosa Passarela do Álcool. Se for possível vencer a tentação nessa região, aproveite então para conhecer suas construções coloniais, bares e restaurantes.

Não deixe de pegar a balsa e atravessar até Arraial D`Ajuda para vislumbrar belíssimas e encantadoras paisagens. A noite em Arraial é muito gostosa, com vários restaurantes disponíveis. Por mais agitada que seja, nada será como em Porto Seguro, onde as festas estarão a todo vapor.

12 – Ouro Preto (MG)

Riqueza histórica, arquitetura barroca e curtição definem Ouro Preto.

A histórica cidade de Ouro Preto se divide entre opções culturais e festeiras. O município mineiro é considerado um museu a céu aberto, devido a sua riqueza arquitetônica espalhada por suas ladeiras.

Podemos citar como exemplo a Igreja de São Francisco de Assis, considerada o ícone do estilo barroco no país e obra-prima de Aleijadinho. Além da Igreja de Nossa Senhora do Pilar, ornamentada com mais de 400kg de ouro. Aliás, igrejas não faltam por lá.

Em contrapartida, Ouro Preto possui uma certa quantidade de universidades e repúblicas, recebendo anualmente muitos estudantes do Brasil para eventos diversos. Principalmente para a Festa do Doze, considerada um carnaval fora de época que acontece em outubro.

E por falar em carnaval, a cidade recebe muitos foliões que preferem uma festa mais tradicional e que queiram se divertir com paz e alegria. Uma dica legal para os solteiros é seguir viagem em grupo para outras cidades históricas próximas, como São João Del Rey, Diamantina, Tiradentes e Mariana, que também possuem vida noturna agitada.

13 – Maresias (SP)

A boate Sirena é o principal point de Maresias.

Maresias, no litoral norte paulista, é conhecida por ser a praia com as melhores baladas do Estado. O local está a 25km do centro de São Sebastião. Gente bonita e elegante não faltam por lá. Mas também é um destino caro e que, normalmente, envolve pessoas com certa condição financeira. É, ainda, a casa de muitos surfistas profissionais e amadores.

Mas o que os turistas buscam mesmo é a noite de Maresias. A Rua Sebastião Romão César é onde concentram-se as melhores baladas da região. Santo Gole, Morocco e a gigante Sirena, onde encontramos belíssimas mulheres, roubam a cena. Os melhores DJs da atualidade costumam tocar nesses lugares.

Com certeza, muitos destinos de viagem para solteiros ficaram de fora dessa lista. Afinal, o Brasil é gigante e há muitos lugares para curtirmos. Portanto, compartilhe conosco outras opções incríveis através dos comentários.  Compre sua passagem aérea e aproveite!

 

Londres: 14 pontos turísticos imperdíveis de se conhecer

O Big Ben é um dos mais amados pontos turísticos de Londres.

Os pontos turísticos de Londres são incríveis, conhecidos e desejados por turistas do mundo inteiro. A cidade é um dos principais destinos dos brasileiros que sonham em conhecer a Europa, por conta de seu desenvolvimento, monumentos grandiosos e, apesar das recentes ameaças terroristas, ser muito segura.

A maior parte das atrações londrinas é gratuita, como passeios e programas culturais, sendo um excelente destino de viagem para quem não quer gastar muito. A cidade conta com muitas opções, dificultando montar um roteiro em cima da hora.

Então, os viajantes que desejam conhecer os pontos turísticos de Londres não precisam se preocupar, pois a lista abaixo mostra o melhor da cidade.

Londres: 14 pontos turísticos imperdíveis de se conhecer

 

  • Big Ben

 

Big Ben é o relógio do palácio de Westminster.

O relógio da torre da Casa do Parlamento britânico é um dos mais famosos pontos turísticos de Londres. Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o termo “Big Ben” não se refere ao relógio do Palácio de Westminster, mas sim, ao sino que toca marcando cada hora completa.

Tal sino pesa mais de 13 toneladas e seu nome oficial é Great Bell. Ninguém sabe muito bem o motivo e quando o nome “Big Ben” foi criado, mas existem 2 teorias a respeito.

A primeira delas diz que o termo surgiu em homenagem ao senhor Benjamin Hall, que trabalhou na instalação do instrumento. Por ser um homem alto, era conhecido como Big Ben.

A segunda teoria afirma que a homenagem foi feita ao famoso campeão de boxe Benjamin Caunt, que também era chamado de Big Ben.

 

  • Palácio de Westminster

 

Sendo um dos pontos turísticos mais visitados de Londres, o Palácio de Westminster é um dos cartões postais da cidade.

O Palácio de Westminster é um dos pontos turísticos mais visitados em Londres. Além disso, a construção é símbolo da capital londrina, sendo vista de longe por quem chega à cidade.

De estilo gótico, foi planejado por diversos arquitetos e em vários períodos históricos. Por conta disso, o edifício não foi construído de uma só vez e inicialmente não foi pensado para ser um grande parlamento.

Residência oficial da família real desde 1837, o palácio foi finalizado em 1703 e hoje é sede das duas Câmeras do Parlamento do Reino Unido, as Câmaras dos Lordes e dos Comuns.

 

  • Shakespeare’s Globe

 

Shakespeare’s Globo é uma reconstrução do teatro original.

O Shakespeare’s Globe é parada obrigatória para os amantes da literatura inglesa. O local é uma reconstrução do teatro original da companhia Shakespeariana de 1599, que foi destruído no dia 29 de junho de 1613. Na data, um canhão usado na peça “Henry VIII” errou o alvo, botando fogo nas vigas de madeira do teatro.

Um ano após o incêndio, o local foi reconstruído, sendo fechado em 1642 pelos puritanos da época. Em 1644, o prédio foi totalmente demolido por conta de um falso documento que autorizava a construção de cortiços no local.

Em 1997, o atual Shakespeare’s Globe foi construído distante 230 metros do teatro original. Ainda hoje turistas de todo o mundo visitam a atração, a fim de assistir peças inesquecíveis a céu aberto ou de visitar o interior do museu.

 

  • London Eye

 

London Eye é a terceira maior roda gigante do mundo.

Um dos principais pontos turísticos de Londres é, sem dúvidas, o London Eye, a terceira maior roda gigante do mundo. Esta proporciona a seus visitantes uma vista sensacional de toda a cidade, possuindo 135 metros de altura.

Turistas desavisados costumam perder horas na fila, tornando a visita muito mais demorada do que para os visitantes que compram seus ingressos antecipadamente, pelo site oficial da atração.

Um dos melhores horários para se realizar uma visita ao London Eye é ao entardecer, pois é possível apreciar a visão 360° da cidade iluminada. A roda gigante possui 32 cabines, que comportam 25 pessoas cada. De formato oval e com apenas um banco central, os visitantes costumam apreciar o passeio de pé.

 

  • Kew Gardens

 

Kew Gardens possui a maior coleção de plantas vivas do mundo.

Um dos pontos turísticos de Londres preferidos pelos turistas que querem relaxar é o Kew Gardens. Este Jardim Botânico possui a maior coleção de plantas vivas do mundo e foi considerado patrimônio mundial pela UNESCO em 2003.

O local, que reúne mais de 30 mil tipos de espécies, é referência quando o assunto é história e desenvolvimento do paisagismo, além da pesquisa científica da flora mundial. A atração está localizada no sudoeste de Londres, entre os distritos de Kew e Richmond, sendo facilmente acessada pela linha verde do metrô.

Kew Gardens é divido em partes e uma das mais queridas pelos turistas costuma ser a Palm House, uma linda estrutura de vidro e ferro da época vitoriana. O local abriga palmeiras de todas as partes do mundo, inclusive o babaçu brasileiro.

 

  • Hyde Park

 

Hyde Park é um dos pontos turísticos mais famosos de Londres.

O Hyde Park é o parque real mais famoso de Londres, com seus 350 hectares de extensão. Este é um ótimo lugar para repor as energias em meio a lindas paisagens compostas por esquilos, lagos e monumentos. Os visitantes também podem realizar passeios de barco, a cavalo, de bicicleta, ou simplesmente sentar na grama e fazer um piquenique.

O parque é bastante famoso pelo Marble Arch, um monumento em mármore com 3 arcos. Este foi desenhado por John Nash, que se inspirou no Arco romano de Constantine para cria-lo. Sua construção foi finalizada em 1828, sendo uma passagem ao Palácio de Buckingham.

Além disso, a atração é a detentora do Speaker’s Corner, local onde todo cidadão pode discursar criticando qualquer pessoa, desde que esta não faça parte da Família Real ou do governo inglês.

 

  • Estúdios de Harry Potter

 

Os estúdios da Warner Bros é um dos pontos turísticos mais visitados de Londres.

Os estúdios da Warner Bros são um dos mais amados pontos turísticos de Londres. O passeio possibilita que amantes da saga Harry Potter conheçam os cenários dos filmes, como o Basilisco, o Escritório de Dumbledore, o salão comunal da Grifinória, o quarto do Harry, a Olivaras (loja de varinhas), entre outros.

Além disso, os visitantes podem ver a ponte de Hogwarts e a vassoura Nimbus 2000 bem de perto. O local também conta com diversos telões que mostram os momentos preferidos dos fãs da saga do bruxo mais famoso do mundo.

Com a visita, os viajantes conhecem o platô, as técnicas usadas para a criação dos desenhos e gráficos do filme, além de se divertirem com os vestuários utilizados pelos personagens.

O passeio tem uma duração média de 3 horas e vale cada segundo. É importante que os turistas que desejam visitar a atração comprem seus ingressos antecipadamente, pois os estúdios disponibilizam apenas 5 mil entradas por dia. Quem deixar pra comprar seu bilhete na hora pode não conseguir entrar.

 

  • Notting Hill

 

Notting Hill possui o maior carnaval de rua de Londres.

O bairro ficou mundialmente conhecido por conta do filme “Um lugar chamado Notting Hill”, de 1999, estrelado por Julia Roberts e Hugh Grant. O local é bastante adorável e animado, tendo como rua principal a Portobello Road, que detém ótimos cafés, restaurantes, lojas de antiguidades e uma feirinha de rua aos sábados.

Notting Hill nem sempre foi um bairro tão agradável assim. Até os anos de 1950, as casas do local pertenciam à aristocracia britânica e abrigavam diversas famílias sem muito conforto. Depois da Segunda Guerra Mundial, a área foi ocupada por diversos imigrantes vindos da África e das colônias do Caribe.

Por conta do alto número de negros que viviam no local, Notting Hill foi o primeiro bairro londrino a sediar tristes conflitos raciais em agosto de 1958.

No ano seguinte, tais imigrantes se uniram e organizaram a primeira edição do Carnaval de Notting Hill como forma de protesto. Atualmente, a festividade atrai milhões de pessoas todos os anos no mês de agosto.

 

  • badia de Westminster

 

Abadia de Westminster possui uma imponente arquitetura gótica.

A Abadia de Westminster é bastante procurada por turistas, tornando-se um dos mais amados pontos turísticos de Londres. A atração de arquitetura gótica está situada no distrito de Westminster, perto do palácio do parlamento.

Esta igreja é conhecida por ser onde pessoas famosas são enterradas e sepultadas, além de ser o local onde quase todos os casamentos da família real britânica são realizados.

A abadia é um dos símbolos anglicanos que marcaram a monarquia do país. Sua construção se deu no ano de 624, durante o reinado de Mellitus, tendo sido modificado e restaurado diversas vezes. Além disso, foi nesta famosa igreja que os antigo e novo testamentos foram traduzidos do latim para o inglês.

 

  • Catedral de St. Paul

 

A catedral de St. Paul mede 111 metros de altura.

A catedral de St. Paul é um dos pontos turísticos mais famosos de Londres. A construção foi considerada a mais alta da cidade entre os anos de 1710 e 1962, possuindo 111 metros de altura. Apesar disso, continua sendo a segunda maior catedral do mundo.

A atração está situada no centro de Londres, no topo da famosa ladeira de Ludgate Hill, o ponto mais alto da região, podendo ser vista de vários cantos da cidade.

A igreja original foi construída em madeira, tendo sido destruída por um incêndio no ano de 1666. Esta teve de ser reconstruída diversas vezes até se tornar o magnífico edifício que é atualmente.

 

  • Palácio de Buckingham

 

Palácio de Buckingham é um dos mais procurados pontos turísticos de Londres.

O Palácio de Buckingham está localizado no centro de Westminster, sendo utilizado como sede de eventos especiais de Estado e como hospedagem real.

A construção do palácio se deu no ano de 1702 pelo Duque de Buckingham, a fim de se tornar sua casa em Londres. Em 1761, o rei George III comprou o edifício, tornando-se residência real. Já no ano de 1774, a casa ficou conhecida como Queen’s House, por conta da mudança da rainha Charlotte para o local.

Apesar das inúmeras restaurações e manutenções, a frente do palácio se mantém intacta há mais de 300 anos. Atualmente, o local é a residência oficial da Rainha Elizabeth II e de seu marido, o Duque de Edinburgh.

 

  • Torre de Londres

 

A Torre de Londres é um importante ponto turístico da história de Londres.

A Torre de Londres possui 20 torres e é um forte e palácio real, estando localizado na margem do rio Tâmisa, no centro da cidade. Sua construção se deu no ano de 1066 após a conquista normanda do Reino Unido, por Wiliam, o conquistador.

O palácio foi utilizado como residência real até o ano de 1100, quando passou a ser utilizado como prisão. A construção possui um importante papel na história da Inglaterra, tendo servido como local de aprisionamento de Elizabeth I, suspeita de participar de uma rebelião frustrada conta Maria Primeira.

Com o passar dos anos, a Torre ganhou fama por ter sido local de tortura e morte.

 

  • Tower Bridge

 

Tower Bridge é um dos pontos turísticos mais bonitos de Londres.

A Tower Bridge foi construída no ano de 1894 e é considerada um dos ícones de Londres. Esta magnífica construção é fruto de uma avançada engenharia, intrigando muitos na época, já que é suspensa e do tipo báscula.

A ponte possui 42 metros de altura, possibilitando que os turistas se maravilhem com a surpreendente vista do rio Tâmisa e da cidade. A Tower Bridge está localizada entre os distritos de Southwark e Tower Hamlets.

 

  • Museu Madame Tussauds

 

O Madame Tussauds é um dos principais pontos turísticos de Londres.

O Museu Madame Tussauds de Londres é a sede de uma famosa franquia de museus de cera, que podem ser encontrados em diversos locais do mundo, como Nova York, Tóquio, Amsterdã, Berlim, entre outros. Sua criação data do ano de 1884 por Marie Tussaud, que imigrou para a Inglaterra em meio à Revolução Francesa.

O local, que cria réplicas de cera em homenagem a pessoas famosas, está localizado em Marylebone, próximo à estação de metrô Baker Street.

A família real britânica também está incluída na coleção do museu, bem como Justin Bieber, Beyonce, Madona, Michael Jackson, entre outros artistas famosos.

Você já conhecia alguns desses pontos turísticos de Londres? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nossas publicações!

 

Lugares para viajar em São Paulo: 14 destinos para se encantar com o litoral e o interior

Ubatuba é um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Existem incríveis lugares para viajar em São Paulo com atrações turísticas inusitadas para todas as idades. O estado está repleto de cidades históricas, montanhas, belas praias e cachoeiras que podem ser visitadas sem que haja a necessidade de ir para muito longe da capital paulista.

Além disso, não é preciso planejar muito para visitar tais destinos. Isso se dá pelo leque de passeios gratuitos e pelos baixos valores de hospedagem.

Então, viajantes que querem relaxar de forma barata sem sair do estado precisam conferir a lista abaixo com os melhores lugares para viajar em São Paulo.

Lugares para viajar em São Paulo: 14 destinos encantadores e econômicos

 

  • Ilhabela

 

Ilhabela é um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Ilhabela é a maior ilha marítima do Brasil e conta com 42 praias de estilos diferentes e inúmeras cachoeiras, sendo um ótimo destino para todos os tipos de viajantes. O local também é bastante conhecido pela prática de esportes aquáticos, como stand up paddle e caiaque.

O destino conta com inúmeras opções de hospedagem, desde as mais caras até as mais baratas, não comprometendo o orçamento dos viajantes no geral. A gastronomia da ilha também está muito bem servida, pois os restaurantes locais costumam ser bem avaliados por seus visitantes.

Além disso, na ilha acontecem alguns festivais anuais, como o Festival do Camarão em agosto e a Semana Internacional da Vela em julho.

As praias preferidas dos turistas são a da Fome e a Praia Grande. Já as cachoeiras mais visitadas são as do Veloso e a dos Três Tombos.

 

  • São Bento do Sapucaí

 

São Bento do Sapucaí atrai milhares de turistas amantes da natureza.

A cidade de São Bento do Sapucaí está localizada na Serra da Mantiqueira, próximo ao Sul do estado de Minas Gerais e a 2 horas da capital paulista. A região é bastante visitada durante o inverno por conta de sua baixa temperatura, o que deixa qualquer viagem mais romântica. Porém seu charme continua mesmo debaixo do calor do verão.

A cidade é bem pequena e possui apenas 12 mil habitantes, o que a torna ainda mais cativante com seu ar bucólico e pitoresco de vila colonial.

O destino é perfeito para quem quer curtir a natureza e descansar em meio a uma paisagem sensacional. Os passeios costumam ser baratos ou gratuitos, como as caminhadas até o topo da Pedra do Baú para assistir ao pôr do sol e as pedaladas por trilhas que levam até uma das muitas cachoeiras da região.

 

  • São Roque

 

A cidade de São Roque possui uma rota de vinícolas.

São Roque é um dos melhores lugares para viajar em São Paulo. A cidade fica a apenas 65 km da capital do estado e é conhecida como a “terra do vinho”, possuindo uma rota de 10 km recheada de vinícolas e ótimos restaurantes que lotam aos finais de semana.

O destino costuma ser bastante democrático quando o assunto é dinheiro, pois possui opções muito caras de hotéis, passeios e restaurantes, ao passo que também apresenta alternativas baratas e gratuitas junto à natureza.

Além disso, existem atrações que animam toda a família, como o Ski Mountain Park e a Fazenda Angolana que conta com zoológico, playground e trilhas ecológicas.

 

  • Santo Antônio do Pinhal

 

O Pico do Agudo é um dos principais pontos turísticos de Santo Antônio do Pinhal.

A pequena cidade do interior de São Paulo está localizada junto a um dos cumes mais altos do estado, o Pico do Agudo, sendo este um dos principais pontos turísticos de Santo Antônio do Pinhal.

A entrada no parque custa dez reais por visitante. Este pode, também, saltar de parapentes e admirar a vista magnífica do alto. Depois do passeio é imprescindível apreciar o pôr do sol em um dos pontos mais belos de São Paulo, renovando a energias com um momento bastante especial.

O destino também é conhecido por se tornar a “capital do jazz na Mantiqueira” todo mês de outubro, atraindo vários turistas.

 

  • São Francisco Xavier

 

São Francisco Xavier atrai amantes da natureza.

São Francisco Xavier está localizado a 150 km da capital paulista, tornando-se um passeio imperdível principalmente para quem mora no estado. A cidade tem muito a oferecer aos turistas, como diversos atrativos naturais que vão desde cachoeiras, trilhas, mirantes, pesqueiros, passeios a cavalo, até espaços dedicados ao bem-estar.

Os amantes de aventura também são muito bem servidos no local, pois há esportes radicais voltados ao contato com a natureza, como escalada, cascading, trekking, mountain bike, rapel, voo livre e boia cross. Outra atividade bastante praticada na cidade é o birdwatching (observação de pássaros) em áreas protegidas e preservadas. Por conta disso, a cidade não poderia ficar de fora da lista dos incríveis lugares para visitar em São Paulo.

 

  • Ubatuba

 

As praias paradisíacas fazem de Ubatuba um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Ubatuba tem como cenário de suas atividades e passeios a natureza, o que atrai turistas de todas as partes do estado. A cidade possui diversas cachoeiras, praias e parques estaduais que possibilitam a prática de trekking, mergulho e surf.

O destino também conta com opções para quem quer apenas relaxar com paisagens paradisíacas, como em um passeio de escuna.

Durante o verão e em feriados prolongados o local conta com uma agitada vida noturna. Além disso, Ubatuba possui vários bares no Itaguá, um dos pontos preferidos dos viajantes.

 

  • São Luis do Paraitinga

 

São Luis do Paraitinga é uma das 29 estâncias de São Paulo.

A cidade está localizada na Serra do Mar, entre as Taubaté e Ubatuba, e é considerada uma das 29 estâncias turísticas de São Paulo. Localizada a 180 km da capital paulista, São Luis do Paraitinga atrai diversos turistas com sua arquitetura colonial, consagrando-se como um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Um dos principais atrativos da cidade é o famoso carnaval de marchinhas que atrai milhões de turistas todos os anos. Além disso, a cidade possui uma elevada quantidade de belas cachoeiras, o que possibilita que seus visitantes relaxem em qualquer época do ano, gastando muito pouco para conhecer o local.

 

  • Socorro

 

A Gruta do Anjo abrilhanta a visita a Socorro, um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Socorro está a 133 km da capital e definitivamente é um dos melhores lugares para viajar em São Paulo. A cidade é sinônimo de turismo de aventura e atrai turistas que buscam ter contato com a natureza. O local se encontra junto à Serra da Mantiqueira, reunindo características de uma cidade do interior e inúmeras atrações para viajantes de toda as idades.

O destino possibilita a realização de atividades ao ar livre, como rapel, montanhismo e trilhas que levam a lindas grutas, como é o caso da Gruta do Anjo.

A gastronomia da cidade é bastante influenciada pela cozinha mineira, por conta de sua proximidade do estado. Então, os visitantes do destino têm diversas opções que incluem torresmo, costela, frango com quiabo, feijão tropeiro, doce de leite, além de opções italianas, como massas e bife à parmegiana.

 

  • Águas de Lindoia

 

A entrada de Águas de Lindoia dá as boas-vindas aos visitantes.

A cidade de Águas de Lindoia fica a 160 km da capital paulista, possibilitando que os moradores do estado se locomovam até ela sem grandes dificuldades.

Um dos maiores atrativos do destino é o Balneário Municipal que dispõe de tratamentos de argila e banhos de imersão, além de três refrescantes piscinas. Outra atração bastante procurada pelos visitantes é a Represa do Cavalinho Branco que possui uma ampla ciclovia e pontos para aluguel de cavalo.

A Fazenda do Morro pelado fica próxima à represa e garante uma bela vista da cidade e do estado de Minas Gerais. Os turistas também podem aproveitar a viagem para comprar malhas e artigos em couro por um preço bastante diferenciado.

 

  • Cananeia

 

Ilha em Cananeia, um dos mais baratos lugares para viajar em São Paulo.

Cananeia fica no extremo sul do estado de São Paulo e reúne diversas opções de atividades relacionadas ao ecoturismo. A cidade está localizada em uma região conhecida como Lagamar, um dos cinco maiores viveiros de espécies marinhas do mundo.

Seu litoral de 200 km de extensão atrai diversos turistas no decorrer do ano por conta de suas ilhas, morros, braços de mar, lagunas e praias. O destino encanta a qualquer um com sua imensa diversidade de ecossistemas, tendo recebido o título de Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO.

O local conta com diversas opções gratuitas, como a observação de botos cinza em uma de suas praias calmas e afrodisíacas. Além disso, os viajantes também podem se refrescar em cachoeiras, como a do Mandira e a do Pitu.

 

  • Brotas

 

Um dos passeios mais procurados pelos turistas em Brotas é a boia cross.

Considerada um dos melhores lugares para viajar em São Paulo, Brotas está localizada a 242 km da capital paulista e é conhecida como a “cidade mais radical do estado”. A cidade conta com diversos tipos de passeios, como tirolesa, arvorismo, boia cross, rafting e trilhas que atraem muitos tipos de turistas.

Todavia, o principal atrativo da cidade são suas cachoeiras que costumam medir entre 7 e 55 metros de altura. A Fazenda Cossorova é uma propriedade privada que abriga 2 quedas d’água bastante famosas, a Cassorova, de 45 metros, e a Quatis, de 42 metros. Ambas podem ser acessadas por uma escadaria e uma pequena caminhada.

Além disso, a cidade tem diversas opções de hospedagem baratas, possibilitando uma grande economia neste quesito.

 

  • Amparo

 

Amparo é a capital histórica do Circuito das Águas.

A capital histórica do Circuito das Águas é cercada por montanhas, sendo guardiã de um conjunto arquitetônico do Ciclo do Café paulista que conta com escolas, restaurantes e museus que funcionam em antigos casarões até os dias atuais. A 130 km da capital, a cidade se tornou um dos melhores lugares para viajar em São Paulo por conta de sua atraente e aconchegante vida rural.

Um dos passeios mais procurados por seus visitantes é a ida às antigas fazendas de café. Estas possibilitam que os viajantes conheçam um pouco mais da vida no campo e comam típicas comidas do interior, a fim de relaxarem com a família em meio a bastante ar puro.

Além disso, a cidade também oferece passeios a praças, parques e casas de artesanato no geral.

 

  • Holambra

 

Holambra é um dos melhores lugares para viajar em São Paulo.

Holambra está localizada a 130 km de São Paulo e foi declarada estância turística em 1998, contando com uma produção de cachaças e cervejas artesanais. O local também possui sítios e fazendas com inúmeras trilhas ecológicas que possibilitam um maior contato com a natureza.

A cidade de clima bucólico é conhecida como “cidade das flores” por conta de seu cultivo de flores e plantas ornamentais. Além disso, o local sedia o maior evento do gênero da América Latina, a Expoflora.

Alguns pontos turísticos da região são da época em que a cidade foi colonizada pelos holandeses, como construções antigas, o museu histórico e o moinho. Um grande exemplo dessa colonização é o próprio nome da cidade, pois este é o resultado da associação das palavras Holanda, América e Brasil.

 

  • Jaguariúna

 

Passeio de Maria Fumaça de Jaguariúna atrai muitos turistas.

Jaguariúna é um dos lugares mais econômicos para viajar em São Paulo, sendo conhecida, também, como a “capital do cavalo” pelo elevado número de haras existentes na cidade. Além disso, a cidade realiza o Jaguariúna Rodeo Festival há mais de 20 anos, tendo escrito seu nome no mapa do Circuito Nacional de Rodeios.

A cidade também faz parte do Circuito Turístico de Tecnologia e do Consórcio Intermunicipal do Polo Turístico do Circuito das Águas. Um dos passeios mais conhecidos e desejados pelos turistas é o de Maria Fumaça que parte de Jaguariúna e vai até Campinas.

Você já conhecia os melhores lugares para viajar em São Paulo? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário e continue acompanhando nossas publicações. Aqui na Decolanet, você encontra passagens aéreas para visitar esses lindos locais.

 

Os principais cuidados na hora de comprar uma passagem aérea

Passagens aéreas não devem ser compradas por impulso, mas com planejamento.

Comprar uma passagem aérea online é um grande desafio por conta do alto número de ofertas existentes. Porém, com diversos sites anunciando promoções bastante atrativas diariamente, cada vez mais pessoas têm optado por comprá-las através da Internet. Tal prática envolve alguns cuidados prévios que visam a evitar, inclusive, a ocorrência de imprevistos na hora do embarque.

No entanto, é importante que o viajante não realize uma compra de passagem aérea por impulso, pois isso pode acabar saindo bem mais caro.

De toda forma, alguns atributos são fundamentais na hora de encontrar uma passagem barata na Internet: curiosidade, paciência e perseverança.

Portanto, achar o voo ideal se torna, muitas vezes, uma tarefa um tanto quanto tediosa, podendo ocupar horas ou até dias da vida do viajante até que ele encontre as opções mais baratas. Felizmente, a economia que este processo gera é bastante recompensadora.

Os principais cuidados na hora de comprar uma passagem aérea

Muitas vezes o viajante tem medo de finalizar uma compra por conta de sua inexperiência em adquirir passagens aéreas online, podendo perder grandes oportunidades de viagem.

Para minimizar a ocorrência dessa possibilidade e garantir o melhor preço para as próximas férias, conhecer alguns truques é indispensável:

Quando comprar a passagem aérea?

Ser flexível é imprescindível, pois ter dias e horários fixos para ir e voltar de algum lugar pode encarecer uma viagem.

Os dias mais baratos da semana para voar são as terças e quartas-feiras. Isso se dá pelo simples fato de as pessoas viajarem mais nos fins de semana e nos dias que estão ligados a ele, como segundas e sextas-feiras. Além disso, as companhias aéreas costumam lançar suas vendas às terças.

Em relação à antecedência para a compra de bilhetes aéreos, voos domésticos costumam exigir apenas um mês. Já voos internacionais, pedem de um mês e meio a dois de antecedência.

Agregadores de passagens aéreas

Agregadores são sites que pesquisam e comparam diferentes passagens aéreas em diversas companhias e organizam todos os resultados possíveis para um dado destino.

Estas são ferramentas brilhantes que possibilitam uma enorme economia de tempo e dinheiro quando bem utilizadas. Todavia, quando o pesquisador não as usa de forma correta, elas podem causar o efeito oposto.

Tais opções possibilitam o encontro das melhores tarifas e possuem mecanismos que permitem a filtragem da busca por dias da semana, horários ou faixa de preço.

Após a realização desse processo, o viajante pode tentar comprar seu bilhete diretamente com a companhia aérea e economizar ainda mais.

Criar alertas de voo

Sites de companhias aéreas e agregadores permitem que os viajantes criem alertas, a fim de serem avisados sobre os melhores preços para o destino pretendido.

Após acessar tais websites, o usuário deve completar um formulário de viagem, confirmando o destino escolhido e a data. Em seguida, ele receberá uma notificação via e-mail cada vez que uma passagem promocional estiver disponível com as características anteriormente informadas.

Limpar cookies

Companhias aéreas costumam fazer uso de informações de cookies para monitorar a navegação do usuário, a fim de aumentar os preços dos voos pesquisados.

Isso explica por que muitas vezes uma passagem aérea está mais cara quando o viajante retorna ao site da companhia.

Uma estratégia que visa a driblar tal ação é a da exclusão dos cookies antes da compra ou o uso de uma aba anônima. Outra opção é utilizar um computador diferente no momento da realização da compra.

Milhas aéreas

Antes de comprar uma passagem aérea é importante saber o limite de peso de bagagem de cada companhia aérea.

Uma alternativa oferecida por algumas instituições bancárias é o acúmulo de pontos no cartão de crédito. Estes podem ser trocados por diversos produtos, inclusive por milhas aéreas.

Portanto, tentar pagar todas as compras do dia a dia com o cartão ajuda no acúmulo de milhas, possibilitando a troca destas por passagens aéreas.

Milhas aéreas permitem que passagens sejam adquiridas por preços menores ou de forma totalmente gratuita, fazendo com que milhares de viajantes utilizem essa opção.

Procurar rotas alternativas

Quando um viajante não consegue encontrar uma oferta para o destino pretendido, procurar por aeroportos secundários ou adicionar alguma parada pode ajudar.

Voar para Áustria pode ser mais barato do que voar para a Itália diretamente, assim como ir para Chiang Mai pode ser mais barato do que para Bangkok, por exemplo. Desta forma, o viajante pode voar para um lugar próximo a seu destino e terminar sua viagem através de ônibus, trem ou voos de aeroportos secundários, barateando sua viagem.

Comprar uma passagem de ida e volta

Os bilhetes apenas de ida muitas vezes são mais caros do que as passagens de retorno. Em diversos casos são mais custosos, inclusive, do que a ida e a volta juntas.

Isto acontece por conta de uma questão estratégica das companhias aéreas, tornando-se mais lucrativo para os viajantes o planejamento de voos com datas fechadas.

O que fazer em caso de overbooking?

O overbooking, também conhecido como recusa de embarque, ocorre quando uma companhia aérea vende mais passagens do que os assentos disponíveis no avião.

Essa prática ocorre rotineiramente em algumas empresas, que estipulam que uma parte mínima de passageiros não embarcará ou cancelará seus voos e, portanto, emitem um número de passagem ligeiramente superior aos lugares disponíveis em suas aeronaves.

Então, quando uma sobrevenda acontece, a companhia aérea pode negar o embarque aos passageiros em um determinado voo.

Quando uma transportadora aérea prevê a necessidade de recusar o embarque de alguém, ela deve informar aos usuários sobre as regras de compensação e assistências.

Após a ocorrência de um overbooking, a companhia entra em contato com os passageiros do voo em questão, a fim de verificar a existência de viajantes dispostos a recusarem voluntariamente seus assentos. Em troca, a empresa oferece alguns benefícios que podem variar dependendo do caso. Geralmente, quando solicitado, o reembolso da tarifa acontece em um período de até 7 dias.

Quando o número de voluntários é insuficiente, a transportadora aérea pode recusar o embarque dos passageiros contra a sua vontade, devendo oferecer-lhes uma compensação imediata e prestação de assistência, além do reembolso do bilhete.

Para reivindicar o overbooking, o passageiro deve comunicar o ocorrido por escrito ao balcão da companhia aérea, a fim de solicitar um documento que comprove o excesso de lugares.

Viajantes devem sempre conhecer seus direitos em relação a um overbooking que, normalmente, incluem o fornecimento um transporte alternativo gratuito ou o pagamento de uma hospedagem e alimentação.

Você já conhecia os principais cuidados na hora de comprar uma passagem aérea? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nossas publicações.

Passagens Aereas para o Rio de Janeiro 2018

Passagens Aereas para o Rio de Janeiro 2018

Pensando em viajar ? Confira os preços de passagens aereas para o Rio de Janeiro 2018 que nosso site separou para os viajantes de plantão, as passagens aéreas selecionadas, são para viajar em Junho de 2018.

Passagens Aereas para o Rio de Janeiro

TRECHO SAÍDA VOLTA VALOR
Salvador-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 359,80 COMPRAR
Fortaleza -Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 630,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 147,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 162,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 313,80 COMPRAR
Belem-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 506,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 732,80 COMPRAR
Florianópolis -Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 390,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 710,80 COMPRAR
Chapecó-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 403,80 COMPRAR
Brasilia-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 168,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 139,80 COMPRAR
Manaus-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 676,80 COMPRAR
Joao Pessoa-Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 692,80 COMPRAR
Macapá -Rio de Janeiro 13/06/2018 20/06/2018 R$ 692,80 COMPRAR
Fortaleza -Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 630,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 359,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 262,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 308,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 520,80 COMPRAR
Belem-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 545,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 779,80 COMPRAR
Florianópolis -Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 514,80 COMPRAR
Manaus-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 816,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 731,80 COMPRAR
Chapecó-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 637,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 235,80 COMPRAR
Brasilia-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 289,80 COMPRAR
Joao Pessoa-Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 621,80 COMPRAR
Macapá -Rio de Janeiro 14/06/2018 21/06/2018 R$ 659,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 714,80 COMPRAR
Manaus-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 771,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 320,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 538,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 903,80 COMPRAR
Fortaleza -Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 678,80 COMPRAR
Belem-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 779,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 921,80 COMPRAR
Florianópolis -Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 630,80 COMPRAR
Brasilia-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 399,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 329,80 COMPRAR
Macapá -Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 1226,80 COMPRAR
Joao Pessoa-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 848,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 18/06/2018 24/06/2018 R$ 308,80 COMPRAR
Salvador-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 498,80 COMPRAR
Curitiba-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 252,80 COMPRAR
Fortaleza -Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 637,80 COMPRAR
São Paulo-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 308,80 COMPRAR
Porto Alegre-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 615,80 COMPRAR
Belem-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 506,80 COMPRAR
Teresina-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 698,80 COMPRAR
Florianópolis -Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 630,80 COMPRAR
Recife-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 850,80 COMPRAR
Brasilia-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 244,80 COMPRAR
Manaus-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 638,80 COMPRAR
Belo Horizonte-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 231,80 COMPRAR
Chapecó-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 637,80 COMPRAR
Joao Pessoa-Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 899,80 COMPRAR
Macapá -Rio de Janeiro 19/06/2018 25/06/2018 R$ 1110,80 COMPRAR

 

Seguro viagem: o que é e como funciona? Vale a pena adquirir?

Extravio de Bagagem

Uma das dúvidas mais comuns entre quem tem planos de viajar é em relação ao seguro viagem, principalmente em viagens internacionais. Qual a sua importância? O que realmente ele cobre? Vale a pena adquirir um antes de embarcar?

Antes de mais nada, o que é esse tipo de seguro?

Uma viagem envolve muito planejamento e a realização de um sonho. Ter uma garantia em caso de imprevistos otimiza essa experiência.

Trata-se de uma cobertura de diversos itens relacionados à viagem, bem como fatos que podem acontecer nesse período. Normalmente, é garantida a indenização em caso de extravio de bagagem e em caso de acidente ou morte, mas isso varia de acordo com o plano escolhido.

A partir de agora, você saberá tudo sobre o seguro viagem e se suas próximas férias devem mesmo estar protegidas nesse aspecto.

Como funciona o seguro viagem?

O processo é similar a qualquer outro seguro. Você terá alguns números de telefone passados pela empresa responsável pelo seguro. Todos eles são internacionais e geralmente recebem ligações a cobrar em caso de eventualidades.

É importante levar consigo esses números de contato, bem como o de sua apólice. Caso seja preciso acionar o seguro viagem, é só ligar para a central, que passará todas as instruções. Os telefones a serem passados devem ser do Brasil, garantindo que o atendimento seja em português.

Contudo, as situações nas quais você deve usar esse benefício variam de acordo com o contrato firmado antes do embarque. Uma proteção existente em praticamente todas as apólices é o seguro em caso de morte acidental ou invalidez permanente, seja ela parcial ou total.

Algumas delas cobrem despesas médicas, problemas com bagagens (como extravio), perda de documentos e passagens extras para familiares em situações de emergência. Até assistência odontológica é assegurada em alguns casos.

Dependendo da empresa, algumas restrições são feitas para passageiros com mais de 70 anos. Esses passageiros são mais vulneráveis a imprevistos e fatalidades, há uma análise de cada caso antes de concretizar o seguro viagem.

Com essas informações em mãos, fica a dúvida: será que é obrigatório fazer o seguro em todo o mundo ou apenas em alguns países? Viagens nacionais também devem estar asseguradas? Esse é o tema do próximo tópico.

O seguro viagem é obrigatório?

Dependendo do destino, você e seus acompanhantes precisam estar assegurados, pois é obrigatório para entrar no país. Isso acontece principalmente na Europa, pois a maior parte dos países deste continente é signatária do Tratado de Schengen.

Criado para facilitar a entrada de europeus em outros países participantes sem a exigência do visto, esse tratado também beneficia brasileiros nesse sentido, já que uma única permissão pode valer por até 3 meses. Porém a contratação de um seguro viagem é obrigatória, com cobertura mínima de 30 mil euros, e deve cobrir assistência e repatriação médica e funerária.

Países como Itália, Portugal, França, Bélgica e Suíça, por exemplo, fazem parte do tratado – 27 países europeus estão na lista. Entretanto, outras nações também impõem essa condição, mesmo que não sigam o tratado. Esse é o caso da Irlanda, que exige o seguro, mas não é necessário ser no valor mencionado.

Os Estados Unidos não obrigam, mas é altamente aconselhável fazer o seguro viagem. Isso porque os custos com saúde são muito altos no país – para se ter uma ideia, um acidente com quebra de braço pode custar cerca de 20 mil dólares.

A América Latina, em geral, não exige que seus turistas estrangeiros estejam assegurados. Apenas dois países o fazem: Cuba e Venezuela. O primeiro exige um reembolso de 10 mil dólares e o segundo, quatro vezes mais.

Viagens nacionais não obrigam os passageiros a fazer seguro, independentemente do local. No entanto, essa pode ser uma alternativa interessante de acordo com a cidade para a qual você irá, principalmente se o seu plano de saúde não tiver cobertura por lá.

É normal pensar que acidentes e outros imprevistos não acontecem na própria viagem, mas isso é mais comum do que se imagina, principalmente situações simples, como uma queda ou mal-estar. Por exemplo, cair de bicicleta ou ter uma intoxicação alimentar com uma comida típica de um determinado país são relativamente comuns. São situações triviais e que podem acontecer em qualquer lugar, no Brasil ou no mundo.

Por isso, se você ou seus acompanhantes são intolerantes ou mesmo alérgicos a um determinado alimento, o seguro viagem é a melhor opção para não passar aperto no hospital, seja ele financeiro ou por falta de cobertura.

Crianças gostam de correr e explorar locais, ainda mais quando estão viajando. Proibir de aproveitar as férias da melhor maneira certamente não é a melhor solução. No entanto, assegurá-las é a melhor maneira de ter tranquilidade em caso de quedas ou machucados inesperados.

Você que viaja ou tem planos de conhecer outros lugares e culturas, já deve ter ouvido falar de assistência de viagem. E deve ter pensado também que é um outro nome dado ao seguro viagem. Pois são termos bem diferentes entre si e é isso o que você vai saber a seguir.

Qual a diferença entre seguro e assistência de viagem?

Apesar dos nomes bem parecidos, são opções muito semelhantes e diferentes ao mesmo tempo.

As coberturas são similares: despesas médicas, extravio de bagagens e documentos e eventuais acidentes. A diferença está na maneira pela qual esses gastos são pagos.

No seguro viagem, nesses casos, você paga todas as despesas, mas tem o reembolso garantido no retorno. Já na assistência, tudo é pago pela seguradora.

Algumas empresas oferecem as duas modalidades em uma só: em situações que precisam usar o seguro, o viajante sempre deverá entrar em contato antes de mais nada. Assim, principalmente quando despesas médicas estão envolvidas, ele é encaminhado para um local que esteja dentro da rede da seguradora.

Quando isso acontece, a modalidade oferecida é a assistência: o segurado não precisa se preocupar com gastos.

No entanto, quando não há um local conveniado próximo, basta se dirigir a um hospital e arcar com os custos, sendo ressarcido no final da estadia – como normalmente é o seguro viagem.

Outro tópico importante, talvez um dos mais questionados pelos viajantes, é em relação ao preço do seguro. Ele é o mesmo para um determinado país ou varia? Veja a seguir.

Quanto custa um seguro viagem?

Valores devem ser considerados, mas mais importante é o custo-benefício.

Estimar um único valor é uma tarefa praticamente impossível, pois o preço varia de acordo com a idade dos viajantes, local e período da viagem, valor da cobertura, assim como o que é assegurado. O tempo de estadia, porém, é o principal fator de variação de preços.

No entanto, algumas simulações serão dadas a seguir para que você tenha uma noção do montante a ser investido para contratar o seu seguro viagem.

O seguro viagem para viajar para um país como a Espanha, por exemplo, obedecendo exatamente o mínimo estipulado pelo Tratado de Schengen (30 mil euros) para despesas médicas, custa de 300 a 400 reais. Os valores valem para um turista na faixa dos 30 anos de idade, para uma estadia de aproximadamente 15 dias.

Incluir um adolescente de cerca de 15 anos na apólice como dependente nas mesmas condições, faz o valor saltar para 700 a 800 reais.

Subir a cobertura para 90 mil euros faz o preço para ambos os passageiros ultrapassar os 1000 reais, para o mesmo destino e período.

Imaginando que os dois turistas levarão uma criança de 10 anos para a viagem, os valores sobem para 1000 a 1100 reais, na primeira simulação, e para até 1800, na segunda.

Por isso, ao fazer a simulação dos valores de seguro viagem em qualquer seguradora, tenha em mente quem vai viajar, assim como o destino, o período de viagem e o valor da cobertura. Assim, você terá valores mais precisos e saberá exatamente o que vai contratar.

Como consequência, sua viagem será mais tranquila e sem dores de cabeça causadas por eventuais transtornos de qualquer natureza.

E para que tudo corra bem na sua viagem, é importantíssimo ler cada linha (e entrelinha) de seu contrato. Verificar tudo o que está sendo coberto e principalmente as condições para tal é de suma importância para o bom andamento de sua jornada.

O que cobre e como contratar o seguro viagem?

O extravio de bagagem é uma das principais coberturas do seguro viagem.

Valores são importantes, mas algo primordial na contratação de seu seguro é o custo-benefício. Tudo deve ser bem analisado e considerado antes do fechamento do contrato, para que não haja surpresas desagradáveis no decorrer da viagem, destruindo planos e sonhos.

Saiba a partir de agora como analisar uma apólice.

Fique de olho na quantidade de benefícios e exclusões do documento. Se o segundo superar o primeiro em número de tópicos, não feche negócio.

As exclusões implícitas, que aparecem dentro de benefícios, merecem uma atenção especial. Afinal, alguns detalhes podem passar despercebidos em uma primeira leitura.

Por exemplo: desastres naturais, como furacões e tempestades, podem causar fechamento de aeroportos. Isso obriga o turista a cancelar a viagem e usar o seguro para o ressarcimento de despesas já feitas.

O benefício está garantido, mas na apólice está previsto que isso só será concretizado se não houver previsão das catástrofes antes da contratação dos serviços. Neste caso, você pode ficar desamparado em um momento tão difícil, apesar de pensar o contrário.

Outro aspecto que precisa ser verificado é a cobertura do seguro viagem em caso de visitas a mais de uma cidade. Tudo deve estar garantido nos locais que fazem parte do roteiro, bem como nos deslocamentos. Imagine um imprevisto acontecer e, na hora de contratar a seguradora, descobrir que o local do incidente não faz parte da área de cobertura.

É uma experiência frustrante e desoladora.

Também se deve prestar atenção à quantia reembolsada em caso de extravio de bagagem. Eles devem estar de acordo com o valor dos objetos que serão levados para a viagem. Se esse número for menor, haverá prejuízos.

E não é só isso. Você deve estar bem informado sobre o prazo de relato de um sinistro, pois, se isso for predeterminado (por exemplo, 48 horas depois do ocorrido) e você só o fizer depois do retorno, perderá o benefício.

Verifique a data na qual o seguro viagem expira. Se ocorrer algo no dia do retorno, o reembolso pode não ocorrer por ser o último dia coberto.

Alguns casos devem garantir reembolso por alguns dias antes do embarque (normalmente, de 7 a 15). Doenças preexistentes ou mudança de data do voo são dois motivos pelos quais isso deve ser feito.

Para contratar o seguro viagem, basta consultar as seguradoras, fazer as simulações e escolher não só a que oferece menor custo, como também a que disponibiliza mais por menos.

Com essas informações e analisando as boas e más seguradoras, ainda é um bom negócio estar segurado durante uma viagem? Saiba mais sobre isso logo a seguir.

Vale a pena contratar um seguro viagem?

Ninguém está totalmente protegido e um mal-estar durante a viagem é um risco para todos os turistas.

Na grande maioria dos casos, sim. A única exceção é em caso de viagem nacional no qual há uma ampla cobertura de saúde. Mesmo assim, é interessante pensar nessa possibilidade em caso de extravio de bagagem ou documentos, mudança de data ou cancelamento de voo.

Já em viagens internacionais, mesmo que não haja obrigatoriedade do país que você escolheu para viajar, é muito importante contratar um seguro viagem. O valor é relativamente pequeno e os benefícios são muitos, pois nunca se sabe se haverá algum imprevisto.

Em viagens, é comum experimentar sensações novas, como uma comida ou um clima que não sejam familiares. Isso aumenta a chance de um mal-estar ou mesmo uma doença, como um resfriado, gripe ou insolação.

Para saber mais sobre itens muito importantes de uma viagem, bem como destinos interessantes, leia os outros textos do blog. Comente em caso de dúvidas ou para relatar experiências.

E se você já está planejando suas próximas férias, acompanhe o conteúdo novo postado regularmente. Não importa se você viajará pelo Brasil ou para o exterior. Cada texto é pensado para todos os perfis de viajantes.